Sexta às Seis

Marco cultural de Ponta Grossa, o Sexta às Seis apresenta shows de bandas locais e nacionais nas noites de sextas-feiras, em praça pública. O projeto surgiu em 1990, na Concha Acústica da Praça Barão do Rio Branco, para ser um atrativo para as pessoas que esperavam o transporte coletivo no terminal de ônibus que existia ao lado do Ponto Azul. Na época se apresentavam bandas, grupos folclóricos e grupos de dança e de teatro, sendo que a primeira atração foi a Banda-Escola Lyra dos Campos. O projeto se expandiu e ficou conhecido por ser o palco do rock, recebendo atrações como Made in Brazil, Angra, Ratos de Porão e The Kult (banda polonesa).

Após alguns anos de hiato, em 2014 a Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura, retomou o Sexta às Seis. Mas, além do retorno, a proposta era também dar uma nova cara e profissionalizar o projeto, ampliando gradativamente o cachê das bandas, fazendo a seleção por meio de um edital público e transparente, melhorando a estrutura de palco e sonorização, oferecendo segurança para o público, valorizando as atrações locais e realizando edições especiais com bandas convidadas.

O sucesso foi grande. De 2014 a 2019, o projeto realizou 181 shows em 79 sextas-feiras. Os editais de seleção foram sempre muito concorridos, contando, neste período, com a inscrição 244 bandas ponta-grossenses, sendo que 104 destas foram selecionadas em pelo menos um ano. Os cachês (em forma de prêmios) aumentaram de R$ 600,00 para R$ 1.200,00, sendo distribuídos R$ 116 mil em premiações. Além das atrações locais, passaram pelo palco do Sexta às Seis nestes anos as bandas Casa das Máquinas, Wander Wildner, Patrulha do Espaço, Blindagem, Confraria da Costa, Dazaranha, Stolen Byrds e Nômade Orquestra.

Acesse o relatório do Sexta às Seis de 2014 a 2019, com a relação de todas as bandas inscritas e selecionadas, clicando aqui.

Durante as edições vários convidados subiram ao palco do Sexta, entre eles os rockeiros do Blindagem, o pessoal da Confraria da Costa, Patrulha do Espaço, Casa das Máquinas e outros.

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA