Conferência Municipal escolhe novos conselheiros e mostra a dinâmica da área em Ponta Grossa

A 23ª Conferência Municipal de Cultura, realizada no início dessa semana (dias 29 e 30) definiu os nomes dos novos conselheiros do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC). O evento reuniu representantes de todos os segmentos artísticos culturais da cidade no Cine-Teatro Ópera e serviu também para mostrar o que tem sido feito nesse segmento em Ponta Grossa e para a apresentação de propostas. 

O objetivo da Conferência, segundo o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, foi de “fortalecer o diálogo com os fazedores de cultura do município, além de levantar propostas para a construção de políticas públicas mais eficazes e, assim, fortalecer ainda mais a cultura ponta-grossense”. O propósito também é de atender toda a comunidade de Ponta Grossa, a partir de propostas que possam aproximar cada vez mais as produções culturais da população.

A Conferência deste ano teve um formato diferente, uma vez que as proposições foram encaminhadas com antecipação por formulário digital. A partir do recebimento, o Conselho Municipal de Política Cultural compilou todas as propostas, sintetizando as similares. “O objetivo foi otimizar o tempo da Conferência ao juntar proposições iguais”, explica o secretário. 

Na primeira noite aconteceu a abertura da exposição ‘Múltiplas Cenas’ e uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa. O secretário Municipal de Cultura (SMC) e presidente do CMPC, Alberto Portugal, fez a prestação de contas das atividades da Secretaria. Ele destacou o incremento das atividades ao longo dos primeiros 879 dias de atuação da atual gestão. Nesse período, o foco se deu sobre cinco premissas centrais: Patrimônio Cultural; Fomento, Incentivo e Apoio; Fortalecimento dos Setores; Lazer, Entretenimento e Alegria; e Pesquisa, Educação Cultural e Inclusão. 

O secretário apresentou um mapa com a espacialização das ações culturais dentro e fora do centro da cidade, bem como a constituição de futuros polos de difusão cultural. Também explicou como funciona o orçamento do setor da Cultura, o Planejamento Estratégico de 2023 e a distribuição desses recursos no ano passado. Entre os pontos abordados pelo secretário, destacam-se a reestruturação de unidades culturais; apoio fomento e incentivo à cultura; eventos culturais; geração e manutenção de bolsas em trabalho cultural; realizações de ações descentralizadas; eventos de entretenimento, manutenção de programas, folhas de pagamento, apoio a ações de terceiros – públicas, gratuitas e com objetivo cultural.

Durante a prestação de contas, o secretário Alberto Portugal também lembrou que Ponta Grossa faz parte do grupo das sete maiores cidades do Paraná. Também se ocupa uma vaga no Conselho Estadual de Cultura (Consec), AMCG e do fórum estadual de Gestores de Cultura. Depois, detalhou todas as atividades realizadas pela Secretaria.

NOVOS CONSELHEIROS

Durante a 23ª Conferência Municipal de Cultura foram apresentadas diversas propostas para o setor cultural e eleitos os novos conselheiros para o próximo biênio. Foram escolhidos: Wilton Correa Paz (Artes Visuais), Ana Cláudia Ferreira Gambassi (Teatro e Circo), Maria Luíza Cavasoti (Artes Populares), Victor Emmanuel Carbonar (LGBTQIAP+), Aymê Alves (Afro brasilidades e Povos Originários), Pamela Schamne (Dança), Everson Pontes (Carnaval), Thaís Cristina dos Santos (Audiovisual), Julia Margarida Kalva (Literatura) e Álvaro Bueno (Música).

23ª Conferência Municipal de Cultura acontece nos dias 29 e 30 deste mês

Será realizada dias 29 e 30 deste mês a 23ª Conferência Municipal de Cultura, no Cine-Teatro Ópera. Nos dois dias, as atividades iniciam às 20 horas. A promoção é do Conselho Municipal de Política Cultural, através da Secretaria Municipal de Cultura.

O objetivo da Conferência, segundo o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, é “fortalecer o diálogo com os fazedores de cultura do município, além de levantar propostas para a construção de políticas públicas mais eficazes e, assim fortalecer ainda mais a cultura ponta-grossense”. O propósito das atividades visa atender, também, toda a comunidade de Ponta Grossa, a partir de propostas que aproximem cada vez mais as produções culturais da população.

A Conferência deste ano tem um formato diferente, uma vez que as proposições devem ser encaminhadas com antecipação por formulário digital. A partir do recebimento, o Conselho Municipal de Política Cultural vai compilar todas as propostas, sintetizando as similares. “O objetivo é otimizar o tempo da Conferência ao juntar proposições iguais”, explica o secretário. 

As proposições devem ser enviadas, necessariamente, até o dia 29 no endereço: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/formularios/propostas_conferencia_de_cultura#overlay-context=user/182

CENSO CULTURAL

  A Conferência Municipal de Cultura é anual e de dois em dois anos elege os novos conselheiros. Para se candidatar a uma das vagas de conselheiro é preciso se inscrever no Censo Cultural até o dia 27 e estar presente na conferência no dia 29. Também é obrigatório responder ao Censo para poder votar. 

O cadastro e participação no Censo Cultural de 2023 deve ser feito no site da Secretaria de Cultura, no endereço: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/censo-cultural-2/. Mesmo quem preencheu o censo anterior deve participar desse novo banco de dados.

Prefeitura de Ponta Grossa realiza Censo Cultural 2023

Artistas, trabalhadores e fazedores culturais têm até o dia 27 deste mês para participar do Censo Cultural 2023. A realização é da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. O objetivo é fazer um mapeamento da produção cultural local, além de criar um banco de informações que ajudará a gerenciar a distribuição de recursos.

O cadastro e participação no Censo Cultural de 2023 deve ser feito no site da Secretaria de Cultura, no endereço: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/censo-cultural-2/. Mesmo quem preencheu o censo anterior deve participar desse novo banco de dados.

De acordo com o diretor do Departamento de Cultura da Secretaria, Carlos Phantasma, o objetivo do Censo Cultural é elaborar um panorama do movimento cultural existente em Ponta Grossa. Através do levantamento de dados e do mapeamento da produção local, pode ser criado um banco de informações que permite gerenciar com maior eficiência a distribuição dos recursos.

O secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, explica que o “Censo Cultural é um dos mais importantes instrumentos para a construção de políticas públicas eficazes na administração do município e nos conselhos”. Responder ao Censo também será o caminho para a participação em editais de cultura e permitirá votar nos representantes do Conselho Municipal de Cultura. 

A 23ª Conferência Municipal de Cultura, que será realizada nos dias 29 e 30 deste mês, às 20 horas, no Cine-Teatro Ópera, vai escolher os novos conselheiros. Só poderá votar quem estiver inscrito no censo até o dia 27.

Promific: Projetos selecionados pelo Município iniciam apresentações

Publicado por imprensa em Sábado – 22/05/2021 – 17:55

por Josué Teixeira

Os projetos selecionados para a temporada 2021/2022 do Promific ( Programa Municipal de Incentivo Fiscal à Cultura já iniciaram as apresentações no Município. Ao todo, 14 iniciativas serão levadas ao público através de ações que envolvem teatro, música, patrimônio, artes visuais e audiovisuais. O investimento é de 515 mil reais e foi viabilizado através de recursos provenientes  de renúncia fiscal de valores do IPTU.
De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Cultura (FMC), Alberto Portugal, o Promific é uma das mais importantes ferramentas de fomento à produção cultural disponibilizadas pelo Município atualmente. “O objetivo do Promific é fortalecer a produção cultural da cidade oferecendo a possibilidade de apoio financeiro por meio de incentivo fiscal aos projetos selecionados e habilitados. Partindo desse pressuposto, inclusive, alguns projetos desse ano tiveram alterações aprovadas após análise do Conselho Municipal de Política Cultural para que pudessem ser executados mesmo diante da pandemia, permitindo que os artistas seguissem com as produções. Desde seu primeiro edital até agora, o Programa soma cerca de milhão de reais investidos em 31  projetos culturais habilitados para produção no período entre 2020 e 2022”, explica.
O primeiro dos projetos a ser apresentado na temporada, o espetáculo  ‘Hoje tem circo na praça? Tem sim,senhor! 2ª edição’ realizou a primeira das 25 atividades previstas nesta quinta-feira. As apresentações são gratuitas e serão realizadas em diversos locais da cidade até o dia 04 de junho. “Essa é a  segunda edição do nosso espetáculo e foi preparada com muito carinho pela nossa equipe para continuar podendo levar alegria e descontração”, destaca Robert Salgueiro, o palhaço Picolé. Ele também conta que a intenção dessa edição do espetáculo é alcançar ainda mais pessoas e que as atividades seguem todos os protocolos de prevenção ao Coronavírus. “Serão 25 apresentações em 21 praças da cidade, seguindo todos os protocolos com uso de máscaras, álcool gel, para que todo mundo possa se divertir de maneira segura”, completa.
Os projetos selecionados, bem como a descrição das iniciativas, podem ser acessados no link https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/promific/.

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Secured By miniOrange