Secretaria de Cultura do Estado abre cadastro para Renda Emergencial

A Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, por meio da Superintendência-Geral da Cultura, abriu na última quinta-feira (23/09) o cadastramento para trabalhadores e trabalhadoras da Cultura no programa de Renda Emergencial com recursos da Lei Federal Aldir Blanc.

A Renda Emergencial será transferida em cinco parcelas de R$ 600, sendo que mulheres provedoras de famílias monoparentais terão o direito de receber duas cotas, ou seja, cinco parcelas de R$ 1.200.

O cadastramento deve ser feito exclusivamente por meio do Formulário de Solicitação do Auxílio da Renda Emergencial Mensal pelo site: www.sic.cultura.pr.gov.br/auxilio. O prazo para o cadastramento vai até 8 de outubro.


A Renda Emergencial beneficia trabalhadores e trabalhadoras de cultura que participam da cadeia produtiva dos segmentos artístico e cultural e tiveram suas atividades interrompidas em decorrência da pandemia.

Podem se cadastrar pessoas físicas, maiores de 18 anos, que atuaram social ou profissionalmente na cadeia produtiva dos segmentos artístico e cultural nos meses imediatamente anteriores a 29 de junho de 2020, data da publicação da Lei Aldir Blanc. 

Não será possível o cadastramento de pessoas que receberam a Renda Emergencial em 2020. Porém, trabalhadores e trabalhadoras que estão inscritos no Programa de Bolsa Qualificação podem receber a Renda Emergencial. 


Além de documento com foto e comprovante de residência ou declaração de corresidência, o postulante deve preencher uma autodeclaração com seus dados no ato do cadastro.
O recebimento da renda emergencial está limitado a dois integrantes da mesma unidade familiar. O pagamento será feito nos meses de novembro e dezembro em conta corrente ou conta digital em nome do cadastrado. Não serão efetuados pagamentos em via Pix, conta conjunta ou conta poupança. 
O valor destinado ao pagamento da Renda Emergencial Mensal no ano de 2021 é de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais), conforme deliberação do Conselho Estadual de Cultura – CONSEC. Além da Renda Emergencial, a SECC está oferecendo 12 mil vagas para o Programa de Bolsa Qualificação e segue lançando editais de apoio ao setor cultural, com recursos da Lei Aldir Blanc. 
Os interessados podem acompanhar o cronograma da Renda Emergencial pelas redes sociais Cultura Paraná e por meio dos sites comunicacao.pr.org.br ou leialdirblanc.pr.gov.br
Dúvidas e pedidos de informação podem ser mandados para o e-mail atendimentolab@secc.pr.gov.br.

Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC) abre inscrições para Bolsa Qualificação no valor de R$ 3.000,00

A Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC), por meio da Superintendência-Geral da Cultura, informa que estão abertas as inscrições para as 12 mil vagas do Programa Bolsa Qualificação Cultural – Lei Aldir Blanc 2021. Os interessados devem acessar o link inscricoes.apps.uepg.br/. As inscrições vão de 15 a 30 de setembro de 2021.
O Programa Bolsa Qualificação Cultural será operacionalizado em parceria com equipe técnica da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e oferecerá cursos nas áreas de: Artes Visuais; Audiovisual; Circo; Dança; Literatura, Livro e Leitura; Música; Ópera; Povos, Comunidades Tradicionais e Culturas Populares; Teatro; e Técnicos. As aulas acontecerão na modalidade Ensino à Distância (EaD), porém, os interessados que não tiverem acesso à internet poderão solicitar material impresso à UEPG.

Os participantes terão pela frente 120 horas de formação, sendo que o primeiro módulo de 40 horas, comum a todos, será destinado ao aprendizado de políticas de fomento à Cultura. A cada módulo de 40 horas o participante terá o direito de receber R$ 1 mil (um mil reais), totalizando R$ 3 mil (três mil reais) ao final do programa. O recurso provém da Lei Aldir Blanc, lei federal de auxílio emergencial aos trabalhadores e trabalhadoras da Cultura no Brasil.As vagas serão distribuídas de forma proporcional entre os municípios do interior e a capital do Estado para contemplar o máximo de profissionais da Cultura possível e de forma equânime.

Para se inscrever, o interessado deve residir no estado do Paraná, ter mais de 18 anos completos e comprovar a atuação de, no mínimo, dois anos, na área cultural, mediante uma ou mais das alternativas abaixo relacionadas, com link de acesso aos:

  • Registros fotográficos ou
  • Carteira de trabalho profissional ou
  • Declaração de entidades de classe do setor cultural, tais como: Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Paraná – SATED/PR; Associação de Vídeo e Cinema do Paraná – AVEC; Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP; Sindicato da Indústria Audiovisual do Paraná – SIAPAR entre outras, desde que legalmente constituídas como representantes do setor cultural ou
  • Declaração de dirigentes públicos municipais da Cultura: Clique aqui para acessar o modelo disponível. O interessado deverá ir até a Fundação de Cultura (Rua Julia Wanderley, 936, Centro – Mansão Villa Hilda) para pegar a assinatura do dirigente municipal.

– Estão vetados para inscrição no Bolsa Qualificação trabalhadores e trabalhadoras da Cultura que sejam membros ou suplentes do Conselho Estadual de Cultura do Paraná; que sejam empregados de entidades que mantenham contrato de gestão com a SECC; que sejam membros ou suplentes das seguintes instituições: Associação de Amigos do Museu Oscar Niemeyer, e-Paraná Comunicação, Palco Paraná, Rede Paraná Educativa e que sejam servidores públicos de qualquer esfera.

Em breve a SECC deve anunciar outras modalidades de fomento cultural com recursos da Lei Aldir Blanc. Acompanhe todas as informações no site leialdirblanc.pr.gov.br e nas redes sociais Cultura Paraná.


Sobre a Lei Aldir Blanc : É como ficou denominada a Lei Federal nº 14.017 de 29 de junho de 2020 elaborada pelo Congresso Nacional com a finalidade de atender ao setor cultural do Brasil, maior afetado com as medidas restritivas de isolamento social impostas em razão da pandemia de Covid-19, destinando para tal o valor de R$ 3 bilhões. Em 2021, a Lei foi prorrogada, estendendo a possibilidade de estados e municípios façam a utilização dos recursos em prol do setor cultural.


Confira aqui o edital completo www.comunicacao.pr.gov.br/Pagina/Bolsa-Qualificacao-2021 

Inscrições: de 15 a 30 de setembro. Link de inscrição: inscricoes.apps.uepg.br/

Vem aí o Concurso de Duplas Sertanejas, inscrições abertas!

Entre os dias 13 e 25 de julho estão abertas as inscrições para o Concurso de Duplas Sertanejas. Esse concurso é parte da programação do Festival de Inverno e uma realização da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC). 

Segundo Alberto Portugal, presidente da FMC, o concurso tem o objetivo de estimular a cultura popular. A intenção é valorizar e dar visibilidade à música sertaneja em Ponta Grossa e ser um canal que possibilite o apoio aos artistas desse segmento a mostrar seu trabalho e também o surgimento de novos talentos na cena local. 

Dividido em três categorias: sertanejo raiz, sertanejo autoral e sertanejo universitário e/ou mashup o concurso vai premiar os três primeiros lugares de cada uma, sendo: 

1º lugar – troféu + R$1.000,00 

2º lugar – troféu + R$500,00 

3º lugar – troféu + R$300,00 

Cada dupla proponente enviará no formulário de inscrição o link de acesso a um vídeo com sua apresentação. Na primeira etapa do concurso esse vídeo será avaliado por uma curadoria que fará a seleção dos finalistas de cada categoria. As duplas selecionadas para a etapa final farão uma nova apresentação entre os dias 05 e 07 de agosto às 19h no Cine Teatro Ópera, em uma transmissão ao vivo através da página oficial da Fundação de Cultura no Facebook, onde um júri definirá os vencedores de cada categoria. 

Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3220-1000 – ramais 2297 ou 2298. 

O formulário de inscrição pode ser encontrado no link: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/editais/2021-2/ 

Leia o edital na íntegra no site da FMC: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/wp-content/uploads/2021/07/Edital-007.2021-Duplas-Sertanejas.pdf 

Festival Ria+ Ponta Grossa quer reunir a diversidade do humor produzido na cidade

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC), abre as inscrições para o Festival Ria+ Ponta Grossa que pretende estimular a criação de conteúdo de comédia localmente, dar visibilidade aos talentos humorísticos da cidade e promover uma interação direta com o público através das redes sociais.

O Festival acontecerá entre os dias 06 e 11 de julho de 2021 e tem como objetivo reunir as diversas formas do humor produzido em Ponta Grossa, buscando, portanto, atrair participações de variados formatos como contação de piadas, stand up, músicas cômicas, apresentações circenses, esquetes de humor e o que mais a criatividade do participante possa criar, desde que não apresentem conteúdo preconceituoso, qualquer tipo de discriminação, disseminação de notícias falsas, polarização política e/ou conteúdo criminoso. Assim, e entendendo que a alegria e o riso são remédios para a alma, o Festival Ria+ é aberto para toda a comunidade, não necessariamente para artistas profissionais. É abusar da criatividade e preparar um bom vídeo!

Nesse contexto, o festival traz, além de valores em dinheiro, uma premiação alternativa e, principalmente o “Prêmio Xuxa do Calçadão”, uma alusão à querida personagem que tornou-se um símbolo da cidade. O Presidente da FMC, Alberto Portugal conta: “Escolhemos Xuxa do Calçadão a personagem para ser homenageada porque ela foi durante muito tempo a cara da alegria do centro de Ponta Grossa, uma pessoa que estava sempre rindo, sempre cantando, sempre mexendo com todo mundo e estava sempre feliz”.

O Ria+ acontecerá em duas etapas. Na primeira será definido o vencedor do prêmio do Juri Popular, através das reações obtidas pelos vídeos de todos os participantes que serão postados na página oficial da FMC no Facebook. Nessa fase também serão estabelecidos os concorrentes que seguirão para a segunda etapa. Os dez candidatos com maior pontuação do Juri Popular participarão de uma apresentação ao vivo e transmitida pelas redes da FMC onde serão avaliados pelo Juri Técnico e definidos os quatro premiados.

Então, se você é criativo e engraçado, prepare seu vídeo e participe pois, conforme palavras de Alberto Portugal, a FMC está em busca de quem consegue fazer os outros rirem.

Para se inscrever, entre os dias 17 e 27 de junho, os proponentes deverão enviar um vídeo com uma produção inédita de, no máximo, 5 minutos junto com o formulário de inscrição que pode ser acessado no link https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/editais/2021-2/

O edital completo está disponível em https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/wp-content/uploads/2021/06/Edital-006.2021-FESTIVAL-RIA.pdf

Fundação de Cultura abre processo seletivo para o Coro Cidade de Ponta Grossa

Publicado por imprensa em Segunda-feira – 17/05/2021 – 13:25

por Josué Teixeira

As inscrições podem ser feitas de forma exclusivamente online através da página www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura até o dia 28 de maio.
 
A Fundação Municipal de Cultura (FMC) abriu, na última sexta-feira (14), o edital para a seleção de alunos bolsistas do Coro Cidade de Ponta Grossa. As inscrições podem ser feitas de forma exclusivamente online através da página www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura até o dia 28 de maio.
De acordo com o presidente da FMC, Alberto Portugal, serão selecionados 25 bolsistas. O processo inclui a avaliação técnica e artística dos interessados, que será realizada após a homologação das inscrições, no mês de junho. “Todos os artistas que forem selecionados passarão por um processo avaliativo presencial, que seguirá todas as normas vigentes de prevenção e combate ao Coronavírus, onde uma banca avaliadora irá examinar o nível técnico e artístico dos interessados em integrar o Coro Cidade de Ponta Grossa, seja como cantores ou como pianista correpetidor”, explica.
Em relação ao início da temporada 2021, o presidente da FMC afirma que a expectativa é de que ela seja iniciada ainda no mês de junho. “Todos os editais que foram lançados pela Fundação até o momento têm tido uma boa adesão da comunidade artística. Acredito que o Coro seguirá da mesma forma e  poderemos iniciar uma nova  temporada, que já estamos preparando há meses, que com certeza irá trazer grandes momentos para o público”, completa Portugal.
 
Seleção
Ao todo, serão selecionados 25 artistas sendo:
6 vagas para o naipe de Sopranos;
– 6 vagas para o naipe de Contraltos;
– 6 vagas para o naipe de Tenores;
– 6 vagas para o naipe de Baixos;
– 1 vaga para pianista correpetidor.

Inscrições
Os interessados em participar do processo podem se inscrever até o dia 28 de maio de 2021 (às 23h59), estritamente de forma online pelo site www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura.

FMC abre processos seletivos para bolsas na Orquestra Sinfônica e Grupo de Teatro

Publicado por imprensa em Sábado – 01/05/2021 – 16:19

por Josué Teixeira
Ao todo, serão selecionados 69 alunos. Inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site da Fundação Municipal de Cultura

 
A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC), está com inscrições abertas para os processos seletivos de alunos bolsistas da Orquestra Sinfônica e do Grupo de Teatro do Município. Os interessados podem aderir aos editais através do formulário online disponível na página da FMC.
Sobre a iniciativa, a prefeita Elizabeth Schmidt ressalta a importância de ações que ofereçam suporte à produção cultural da cidade e à formação de novos artistas. “Darmos suporte à produção cultural e à formação de novos artistas têm sido alguns dos nossos objetivos para que Ponta Grossa continue a crescer como um grande pólo de cultura. Temos artistas maravilhosos e que já são referências em suas áreas de atuação e acredito que quanto mais pudermos valorizar essas figuras e oferecer oportunidades para que nossos jovens amadureçam e se aperfeiçoem, mais a nossa cidade ganha. Afinal, uma cidade onde se tem orgulho de viver é aquela onde, sobretudo, nos sentimos felizes e onde podemos ter acesso às mais diversas manifestações culturais”, declara.
De acordo com o presidente da FMC, Alberto Portugal, serão selecionados 69 alunos bolsistas ao todo. Dezenove vagas são destinadas ao Grupo de Teatro e 50 para a Orquestra Sinfônica. “Essa é uma ótima oportunidade para os alunos que desejam se aperfeiçoar nas áreas do teatro e da música. No caso do Grupo de Teatro, as vagas contemplam diversas funções como  cenografia, assistência de direção, atuação e iluminação. Já para a Orquestra, temos vagas destinadas a músicos que tocam instrumentos de corda, sopro e percussão”, explica. “Outro ponto importante a ressaltar é que os processos de seleção possuem prazos de encerramento das inscrições distintos,  idade mínima para submissão da inscrição e as seleções se dão através de diversos critérios, incluindo provas práticas de aptidão. Todos os detalhes estão disponíveis nos editais já publicados”, completa Portugal.  Ainda sobre os editais da Fundação de Cultura, o presidente Alberto Portugal destaca que o Coro Cidade de Ponta Grossa também deverá abrir um processo seletivo nos próximos dias.
 
Grupo de Teatro Ponta Grossa
De acordo com a Fundação Municipal de Cultura (FMC), a seleção para o Grupo de Teatro é destinada a alunos que tenham, no mínimo, 18 anos até o dia 01 de junho de 2021 e que residam em Ponta Grossa.
As inscrições estarão abertas entre os dias 30 de Abril a 14 de Maio de 2021 (às 23h59), estritamente de forma online pelo site www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura.
Segundo o edital, serão admitidos até 19 (dezenove) alunos-bolsistas assim distribuídos:
– Até 15 (quinze) alunos ou alunas/atores ou atrizes efetivos (as);
– Até 01 (um(a)) aluno ou aluna /assistente de direção;
– Até 01 (um(a)) aluno ou aluna /iluminador/luminotécnico;
– Até 01 (um(a)) aluno ou aluna /figurinista/aderecista;
-Até 01 (um(a)) aluno ou aluna cenógrafo/cenotécnico
 
Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa
Segundo a FMC, serão selecionados 50 alunos bolsistas para a temporada 2021 da Orquestra. Entre os pré-requisitos para a seleção está a obrigatoriedade de o candidato esteja cursando música em escola reconhecida ou no Conservatório Maestro Paulino Martins Alves, ou ainda já possua graduação em música. Também é necessário ter idade mínima de 16 (dezesseis) anos completos até o dia 29 de maio de 2021.
As inscrições ocorrerão de 30 de abril a 12 de maio de 2021 (às 23h59), estritamente de forma online pelo site www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura.
As vagas incluem:
– 16 Violinos
– 05 Violas
– 05 Violoncelos
– 02 Contrabaixos
– 02 Flautas Transversais
– 02 Oboés
– 02 Clarinetes
– 02 Fagotes
– 03 Trompetes
– 03 Trompas
– 03 Trombones
– 01 Tuba
– 04 Percussionistas

Edital Emergencial – Em casa com Cultura 2021

por Edson Gil


 
A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura, juntamente com o Conselho Municipal de Política Cultural, aprovou a publicação de edital, no valor de R$ 250.200,00 para premiar profissionais do setor da arte e cultura, em caráter emergencial devido a pandemia da Covid-19. Serão 66 beneficiados em reconhecimento de trajetórias no âmbito cultura para profissionais que possuem 10 anos ou mais de atuação, e outros 70 prêmios para produção artística para o eventos on-line. O edital está disponível neste link.
O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Alberto Portugal, explica que o edital atende às políticas culturais do Município aprovadas nas Conferências Municipais de Cultura e estabelecidas pelo Plano Municipal de Cultura (Lei nº 13.026/2017), e tem como finalidade amparar financeiramente empreendedores artistas e produtores residentes em Ponta Grossa, diretamente impactados pela condição de isolamento social no combate à Covid-19. “Além de oferecer apoio aos artistas da cidade, neste momento difícil, o objetivo ainda é movimentar a economia criativa em Ponta Grossa, incentivar a realização de atividades ligadas à produção artística da cidade e disponibilizar atividades culturais à população de forma on-line, considerando as medidas sanitárias necessárias”, explica Portugal. 
A premiação na categoria Trajetórias será no valor de R$ 2.200,00. “O edital contempla não somente um apoio neste momento de dificuldade no setor artístico, em virtude das medidas de distanciamento social, mas reconhece a importância do indivíduo na área da cultura”, ressalta o presidente da FMC.
Além destes, serão oferecidos mais 70 benefícios para produção artística no valor de R$ 1.500,00 para produção artística em qualquer segmento, devendo ser apresentada em vídeo de 15 minutos. Os projetos inscritos neste edital serão avaliados por uma comissão composta por avaliadores contratados no banco de pareceristas. 
A prefeita Elizabeth Schmidt agradece a parceria do Conselho Municipal de Política Cultural, neste momento difícil para o setor, na aprovação da utilização do Fundo Municipal de Cultura para esta finalidade. “Todos os setores impactados pela Covid-19 devem ser atendidos e a aplicação do Fundo no auxílio desta categoria, oportuniza que mais recursos públicos sejam investidos no combate à Covid-19”, enfatiza Elizabeth.

acesso ao edital

Pessoas e grupos com trajetórias na cultura são contemplados em nova etapa da Lei Aldir Blanc

Etapa de fomento engloba produções artísticas e a trajetória de grupos e pessoas importantes para a cultura do município. Escolas de samba, benzedeiras, mestres de capoeira, entre outros, podem se inscrever até dia 06 de novembro.

A escola de samba do seu bairro, a fanfarra da escola onde você estudou, a benzedeira que é respeitada em toda cidade. Já pensou em ver essas figuras sendo reconhecidas, logo em um ano tão complicado?

Está aberta  uma nova etapa da ajuda financeira prevista pela Lei Aldir Blanc em Ponta Grossa: o Fomento.

Nessa categoria serão reconhecidas trajetórias que marcaram culturalmente o município. São contemplados Grupos, Coletivos e Projetos Culturais (serão premiados até 70 grupos, coletivos ou projetos com prêmios de R$ 5.000,00) e Mestres Populares e Povos Tradicionais (serão premiados até 50 mestres populares, com prêmios de R$ 5.000,00. Até 12 povos tradicionais, com prêmios de R$ 8.000,00)

Consideram-se Grupos, Coletivos e Projetos escolas de samba, grupo de teatro, grupo de dança, companhia circense, bandas marciais ou fanfarras, coletivo de artistas visuais, de fotógrafos, de escritores, de economia criativa, de artesãos, ações culturais, entre outros.

Já entre mestres populares e povos tradicionais se destacam Benzedeiras, mestres de capoeira, maestros de fanfarras, contadores de histórias, comunidades remanescentes quilombolas, comunidades indígenas, terreiros de matrizes africanas, grupos folclóricos, centros de cultura afro, entre outros.

Ainda serão premiadas produções de Artes Visuais, Cine-FotoVídeo, Literatura, Música, Patrimônio Cultural, Teatro, Circo, Dança e Manifestações Culturais Populares e Tradicionais, incluindo Cultura Afro e Cultura LGBTQIA+. A seleção contempla até 116 produções com prêmio de R$ 3.500,00 por produção.

            Todos os detalhes e as fichas de inscrição estão na aba da Lei Aldir Blanc, na página de Editais no site cultura.pontagrossa.pr.gov.br. Aqueles que se encaixam na categoria de “Mestres Populares”, podem fazer a inscrição na Biblioteca Pública, portando RG, CPF E comprovante de residência e cartão bancário no próprio nome. De segunda a sexta, das 9h às 18h.

As inscrições para esta etapa vão até dia 06 de novembro. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail fmcpg@hotmail.com ou pelo telefone (42) 3220-1000 – ramal 2295.

Subsídio continua com inscrições abertas

A etapa anterior do auxílio, que visa a ajuda financeira a espaços culturais, segue recebendo inscrições até dia 03 de novembro.

O subsídio é para espaços como escolas de artes, música, dança, estúdios fotográficos, livrarias, danceterias, lojas de instrumentos musicais, bares que possuem música ao vivo, bibliotecas comunitárias, entre vários outros.
Em Ponta Grossa serão contemplados até 126 espaços com o valor de R$ 9 mil para cada, em parcela única (podendo ser ampliado caso tenha menos empresas que se inscrevam). A solicitação também deve ser feita pelo site www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura .
O subsídio deverá ser usado para pagar as despesas de manutenção do espaço a partir de 20 de março de 2020, ou seja, período em que os empreendedores foram afetados pela pandemia. Essas despesas englobam aluguel, luz, água, internet, folha de pagamento de trabalhadores, entre outros. Imóveis que abrigarem ao mesmo tempo o espaço cultural/empresa e moradia não poderão ter suas despesas fixas pagas com recursos do subsídio.
A triagem para definir a classificação será feita por uma pontuação distribuída de acordo com critérios, como faturamento em 2019, despesas com locação, quantidade de funcionários contratados, etc.
Estão aptos a solicitar o subsídio aqueles espaços culturais com sede na cidade de Ponta Grossa e no mínimo 1 ano de formação. Deverão também ser comprovadas as atividades artístico-culturais realizadas nos últimos 12 meses.

A Lei Aldir Blanc prevê ainda o pagamento de uma renda emergencial a artistas, técnicos e agentes culturais. Este recurso está sendo gerenciado e será repassado pelo Governo do Estado. As inscrições já encerraram no dia 14 de outubro.

Cada pessoa pode solicitar e receber as três formas de auxílio (renda emergencial, subsídio para empresas e editais de fomento).

Projeto Radar Musical recebe inscrições

Está aberta a chamada de trabalhos para o Radar Musical. O projeto visa o licenciamento de obras fonográficas autorais para exibição em formato de podcast e veiculação na Rádio Educativa Cescage.

As inscrições para o último lote de seleção vão até 23 de outubro de 2020, estritamente de forma online pelo site cultura.pontagrossa.pr.gov.br/radar-musical (neste link é possível conhecer as músicas já selecionadas nas duas etapas anteriores).

Podem participar músicos em formação solo, duplas, trios, bandas ou grupos, sediados em Ponta Grossa, e que o responsável pela inscrição (proponente) seja maior de 18 anos. Todos os músicos da formação deverão ter respondido ao Censo Cultural.

Poderão ser inscritas músicas de qualquer estilo ou gênero, inéditas ou lançadas há no máximo dez anos, desde que de cunho autoral. Não serão aceitas inscrições de músicas com qualquer cunho político, nem que incite discursos de ódio, racismo, homofobia, transfobia, preconceito, desinformação, que contenham palavras e termos de baixo calão ou que firam os direitos da criança e do adolescente, do idoso, da mulher, da pessoa com deficiência, entre outros. O proponente poderá inscrever até cinco músicas em cada formação.

A curadoria e seleção das músicas será feita por uma Comissão Técnica formada por servidores da Fundação Municipal de Cultura devidamente designados para tal.

A seleção levará em conta a qualidade técnica da gravação e a qualidade de execução. Não está previsto qualquer tipo de remuneração, tendo em vista o contingenciamento de despesas do Município.

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA