PG Memória 2021 – Histórias que o tempo não vai apagar

por Maria Arlete Wadek 

3ª edição do evento será realizada neste final de semana e promete mexer com nossas saudades 

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura, empenha-se nos preparativos para a realização do PG Memória- 3º Salão do Patrimônio Cultural de Ponta Grossa, denominado “Histórias que o tempo não vai apagar”, o qual será realizado de 22 a 24 de outubro, na Praça Barão do Rio Branco. 

O evento objetiva destacar a importância da preservação de nossas histórias, do conhecimento da identidade local, dos símbolos e expressões culturais de Ponta Grossa, da valorização da memória e do patrimônio cultural da cidade, promovendo a discussão sobre elementos da cultura local, das tradições e da identidade do povo ponta-grossense. 

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Alberto Portugal, destaca que “durante esses três dias será possível rever histórias, descobrir curiosidades sobre fatos pitorescos de Ponta Grossa, relembrar coisas que os nossos avós contavam e, principalmente, sentir muita saudade ”. Ele comenta que a saudade será o grande foco do PG Memória 2021, “remexendo no baú do passado e trazendo à tona nossas melhores lembranças”. 

Durante o evento serão realizadas palestras, cursos, atividades culturais, exposições, entre outras ações, nos seguintes dias e horários: 22/10, das 15h às 22h; 23/10, das 10h às 22h; 24/10, das 10h às 15h. 

Neste período, além das atividades que irão acontecer em 21 (vinte e um) estandes temáticos, localizados em espaços separados na Praça Barão do Rio Branco, outros atrativos integram o evento, a exemplo do funcionamento da Casa do Artesão, o Palco de Poesias“ Belvedere” dirigido pela APLA e CCPFM, exposições na Unidade Cultural do Ponto Azul, Apresentações da OSPG em palco separado, Feira de Antiguidades e apresentações de Histórias que o Tempo não vai Apagar. Na Rua Sant’Ana será instalada uma Praça de Alimentação, coordenada pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional. Já a Concha Acústica será palco para diversas atrações artístico-culturais. Além disto, será realizada a exposição “ Protagonistas da Cidade”, com vários espaços da praça ocupados por banners fotográficos contendo registros de pessoas que ajudaram a forjar a história da cidade. O grande destaque das atrações fica por conta da “Festa PG de Outros Tempos”, um grande baile de época, animado por Paulino’s Jazz Banda e que acontece no sábado, a partir das 19h. 

Acreditando no sucesso da iniciativa, Alberto destaca que o evento vai respeitar todas as normas sanitárias estabelecidas para o enfrentamento ao Covid 19. Ele ressalta que será mantida a norma de distanciamento social mínimo, obrigatoriedade do uso de máscaras, além do álcool em gel que estará sendo disponibilizado em vários locais da Praça.

PROGRAMAÇÃO

Palco Principal – CONCHA ACÚSTICA


SEXTA – DIA 22 – DAS  15 ÀS 21:00
15:00 Abertura Oficial do Evento;
15:30 Concerto da Banda Lyra dos Campos – Patrimônio Imaterial de Ponta Grossa;
16:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
18:00 Exibição de Cinema de Época (Filme: Tristeza do Jeca) – por Nelson Silva Jr.
19:00 Rodada de Memórias, Histórias e Saudades;
20:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
20:30 Seresta – Música da saudade.

SÁBADO – DIA 23 – DAS 10:00 ÀS 22:00 (A FEIRA FECHA ÀS 19:00)

10:00 Abertura da feira com a Banda Lyra dos Campos;
11:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
12:00 Brida e Morenaço;
14:30 Cultura e devoção em Corina Portugal – por Dione Navarro;
15:00 Coro Cidade de Ponta Grossa – Concerto de Retomada;
17:00 Rodada sobre Gastronomia de Ponta Grossa;
18:00 Resultado do Concurso de Rótulos da Cerveja do Buraco do Padre;
19:00 às 21:00 Baile PG de Outros Tempos com Paulino’s Jazz Band;

DOMINGO – DIA 24 – DAS  10:00 ÀS 15:00

10:00 Abertura da Feira da Barão;
11:00 Casa do Divino
12:00 Kiko e Alámo;
13:00 Higor Kas e o Violino Mágico
14:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
15:00 Concerto com a Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa;
15:30 Encerramento do Evento;

Palco Poesia – Apresentações Academia Ponta-Grossense de Letras e Artes e Centro Cultural Professor Faris Michaele

SEXTA, DIA 22

16:15 Contação de Histórias com Alana Águida Berti
17:00 Hora da Magia – Palhaços Pipoca e Caramelo – com Luciano Oliveira
18:10 Arte Naif – Passeia e Encanta – Com Marcelo Schimaneski
18:30 Lançamento do Flyers Literato “Perfis da Cidade”
19:00 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
20:15 Lançamento do Livro O que tem nas caixas – de Alana Águida Berti

SÁBADO, DIA 23

11:15 Oficina Arte no Tempo da Vovó – Com Sulamita Prochaski e Rosângela Milleo.
14:00 Leitura Poética – Na voz do vento sob a luz da Lua – com Rosicler Antoniácomi, Silvestre Alves, Júlia Bueno, Mitzi Vedan Ramos e Guilherme Vargas
15:30 Oficina Memórias Infantis – com Deisi Pietrobelli e Leticia Teixeira
16:30 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
18:00 Oficina de Criatividade – Memórias: do Real ao Surreal – com Ana Maria Camargo

DOMINGO, DIA 24

11:00 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
14:15 Caravana da Cultura – com Dione Navarro, Marivete Souta e Silvestre Alves

Palco Virtual – Academia de Letras dos Campos Gerais

SEXTA, DIA 22

Horário: 17h – 18h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Neuza Mansani
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Teresa Jussara Luporini Cadeira 21. (Coordenadora)
TEMA 1 – A CONCEPÇÃO E FUNDAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DOS CAMPOS GERAIS Academia de Letras dos Campos Gerais
Acadêmico Fundador Cadeira 10: Josué Corrêa Fernandes

TEMA 2 – PERFIL DOS PATRONOS
Acadêmica Primeira Ocupante Cadeira 2: Josélia Maria Loyola de Oliveira Gomes

SÁBADO, DIA 23

Horário: 14h – 15 h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Rafael
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

1 – TEMA: COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI
Acadêmicas Fundadoras: Aída Mansani Lavalle Cadeira 36 Luísa Cristina dos Santos Fontes Cadeira 5

DOMINGO, DIA 24

Horário: 11h – 12h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Rafael
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

2 – TEMA: ATUAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DOS CAMPOS GERAIS
Acadêmica Primeira Ocupante Cadeira 1 – Neuza Helena Postiglione Mansani
Acadêmico Primeiro Ocupante Cadeira 7 – Mário de Sérgio de Melo

3 – ENCERRAMENTO: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

Atividades pela Praça

SEXTA, DIA 22

19:00 City Tour pela Praça Barão do Rio Branco – com Marcia Dropa

SÁBADO, DIA 23

14:00 City Tour pela Praça Barão do Rio Branco – com Marcia Dropa

19:00 Flashmob Baila comigo?! – com Grupo de Teatro Cidade de Ponta Grossa

DOMINGO, DIA 24

11:00 Flashmob Chega de Saudade – com Casa das Artes 13:00 Serenatas com Higor Kas e o violino fabuloso

A qualquer momento:

Serenatas na praça com Paola e Melissa;
Panfletagem: perfis da cidade – por Renata Régis Florisbelo

FMC realiza últimos ajustes para a 35ª Semana da Cultura Bruno e Maria Enei

Publicado por imprensa em Sábado – 22/05/2021 – 14:34

por Josué Teixeira

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC), promove, a partir da próxima sexta-feira (28), a 35ª edição da Semana da Cultura Bruno e Maria Enei. O evento, que tem como objetivo fomentar e discutir as mais diversas manifestações culturais da cidade, está de cara nova nesta edição.
Segundo o presidente da FMC, Alberto Portugal, a Fundação trabalha nos últimos ajustes para a realização da Semana, que contará com uma iniciativa inédita onde será trabalhada a interação e  a visão de diferentes gerações de artistas visuais de Ponta Grossa. “A nossa proposta para esse ano é gerar um material audiovisual para registro da sociedade e do pensamento artístico na Ponta Grossa dos anos 2021. A base para isso será um desafio onde a Fundação oferecerá suporte para que artistas de gerações distintas para que ocupem o Centro de Cultura, gerando discussões e promovendo debates, culminando na redação de um manifesto da Semana de 2021”, explica.

Promific: Projetos selecionados pelo Município iniciam apresentações

Publicado por imprensa em Sábado – 22/05/2021 – 17:55

por Josué Teixeira

Os projetos selecionados para a temporada 2021/2022 do Promific ( Programa Municipal de Incentivo Fiscal à Cultura já iniciaram as apresentações no Município. Ao todo, 14 iniciativas serão levadas ao público através de ações que envolvem teatro, música, patrimônio, artes visuais e audiovisuais. O investimento é de 515 mil reais e foi viabilizado através de recursos provenientes  de renúncia fiscal de valores do IPTU.
De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Cultura (FMC), Alberto Portugal, o Promific é uma das mais importantes ferramentas de fomento à produção cultural disponibilizadas pelo Município atualmente. “O objetivo do Promific é fortalecer a produção cultural da cidade oferecendo a possibilidade de apoio financeiro por meio de incentivo fiscal aos projetos selecionados e habilitados. Partindo desse pressuposto, inclusive, alguns projetos desse ano tiveram alterações aprovadas após análise do Conselho Municipal de Política Cultural para que pudessem ser executados mesmo diante da pandemia, permitindo que os artistas seguissem com as produções. Desde seu primeiro edital até agora, o Programa soma cerca de milhão de reais investidos em 31  projetos culturais habilitados para produção no período entre 2020 e 2022”, explica.
O primeiro dos projetos a ser apresentado na temporada, o espetáculo  ‘Hoje tem circo na praça? Tem sim,senhor! 2ª edição’ realizou a primeira das 25 atividades previstas nesta quinta-feira. As apresentações são gratuitas e serão realizadas em diversos locais da cidade até o dia 04 de junho. “Essa é a  segunda edição do nosso espetáculo e foi preparada com muito carinho pela nossa equipe para continuar podendo levar alegria e descontração”, destaca Robert Salgueiro, o palhaço Picolé. Ele também conta que a intenção dessa edição do espetáculo é alcançar ainda mais pessoas e que as atividades seguem todos os protocolos de prevenção ao Coronavírus. “Serão 25 apresentações em 21 praças da cidade, seguindo todos os protocolos com uso de máscaras, álcool gel, para que todo mundo possa se divertir de maneira segura”, completa.
Os projetos selecionados, bem como a descrição das iniciativas, podem ser acessados no link https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/promific/.

Edição de 2020 do “PG Memória” será online

Além de lives com discussões sobre bens materiais e imateriais o evento também conta com dois concursos culturais

O evento será de 24 a 28 de setembro. O tema do PG Memória 2020 é “ O Passado no Amanhã”. Por conta das medidas de isolamento, esta edição será totalmente online com a transmissão de diversas lives conduzidas por especialistas nos assuntos a serem tratados. O objetivo é discutir acerca de bens materiais e imateriais. A idéia é  sensibilizar sobre o tema, buscando soluções e destacando a importância da preservação, do conhecimento da identidade local, dos símbolos e expressões culturais de Ponta Grossa, da valorização da memória e do patrimônio cultural ponta-grossense. O evento online poderá ser acessado pela página no Facebook Pg Memória. Todas as lives da programação serão mediadas por Alberto Portugal. O evento foi criado em 2019 e na 1ª edição, que aconteceu em agosto de 2019 no Parque Ambiental, superou as expectativas tanto de público, quanto de interesse dos segmentos representativos da sociedade que participaram.

Concursos com premiação

 Além das lives o evento terá a realização de dois concursos.

História do Amanhã: Trata-se de um concurso cultural destinado a participação de equipes com objetivo de encontrar soluções para a preservação da memória, da identidade e de bens culturais do patrimônio ponta-grossense.

Os participantes, através de suas equipes deverão apresentar uma proposta para tornar possível e mais eficiente a preservação da identidade e da memória local, a partir de respostas para a pergunta base do evento: Como garantir que o passado, suas informações e seus símbolos sejam preservados, respeitados e reconhecidos no futuro? O Concurso História do Amanhã visa promover um ambiente de inovação e colaboração entre o Poder Público e a Sociedade, mesclando conhecimentos da comunidade, o setor público e o mercado, estimulando a criação de soluções que contribuam com o desafio do Governo Municipal em analisar, fiscalizar, reconhecer e preservar bens culturais de Ponta Grossa. As propostas devem ser viáveis do ponto de vista legal e executáveis.

A inscrição deverá ser realizada entre os dias 02 a 20 de Setembro de 2020, através da página www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura. As equipes podem ter entre 2 e 8 participantes. O regulamento completo também está disponível no site. No dia 28, às 19 horas será anunciado o resultado dos três primeiros lugares. A premiação vai de R$500 a R$1.500.

“Ponta Grossa – Qual é a sua saudade?”: Trata-se de um concurso literário promovido pela Academia Ponta-grossense de Letras e Artes que busca selecionar textos de até 3000 caracteres em prosa ou verso para ampla divulgação. Na categoria “Comunidade” poderão se inscrever moradores da cidade de Ponta Grossa, bem como visitantes ou antigos moradores da Princesa dos Campos que por algum motivo tenham sido sensibilizados por um local da região, um momento, uma situação ou uma passagem que provocou nostalgia e saudades e que mereçam ser perpetuados através de um registro de natureza e qualidade literária; membros da APLA poderão inscrever-se na categoria Acadêmicos APLA. Para efetuar a inscrição os textos deverão ser encaminhados para o e-mail: academia.apla@gmail.com. O regulamento completo está no site patrimoniopg.com. O resultado será divulgado no primeiro dia do PG Memória. 

Confira a programação completa:

DIA 24 DE SETEMBRO – QUINTA-FEIRA

 ● LIVE 1 – 18:30 Abertura do Evento e Roda de Discussão sobre o Patrimônio Histórico-Cultural e a Importância de Preservação, com Jeanine Mafra Migliorini, Leonel Brizolla Monastirsky e Marco Aurélio Monteiro Pereira.

 ● LIVE 2 – 19:30 Grandes Nomes dos Campos Gerais: Personagens da nossa história. Participações de Renata Regis Florisbello, Dionezine de Fátima Navarro e Fábio Maurício Holzmann Maia

 ● LIVE 3 – 20:30 Vantagens e Possibilidades de Reformas em Imóveis Históricos, com Evandro Retamero Rodrigues.

● LIVE 4 – 21:15 Concurso História do Amanhã – 1ª Etapa.

DIA 25 DE SETEMBRO – SEXTA-FEIRA

 ● LIVE 1 – 18:30 Direito e Tombamento: As Restrições e o Direito de Propriedade em Imóveis Tombados, com Christie Danielle Sikorski.

● LIVE 2 – 19:30 Convença-me: A Importância da Preservação X a opinião de quem é contra, com Bianca Camargo Martins

● LIVE 3 – 20:30 Cinemas de Ponta Grossa, com Nelson Silva Junior.

● LIVE 4 – 21:15 Concurso História Do Amanhã – 2ª Etapa.

DIA 26 DE SETEMBRO – SÁBADO

 ● LIVE 1 – 18:30 Identidade Local – Símbolos e Expressões Culturais de Ponta Grossa. Participações de Marcia Maria Dropa e Rosana Nadal de Arruda Moura.

 ● LIVE 2 – 19:30 Memórias da Ferrovia – Participações de Nisiane Madalozzo, Viviane Caliskevstz e Martha Raquel de Souza Batista.

 ● LIVE 3 – 20:30 Conversa com Estudantes Universitários: Como Registramos o Agora Para o Futuro. Participações de Eduardo Terleski , Gabriel Santos Dib Ferreira, Thalia Edvirgens de Almeida e Mariana Lacerda Marques.

● LIVE 4 – 21:15 Concurso História do Amanhã – 3ª Etapa.

DIA 27 DE SETEMBRO – DOMINGO

● LIVE 1 – 14:00 Concurso História do Amanhã – Apresentação e Avaliação.

DIA 28 DE SETEMBRO – SEGUNDA-FEIRA

● 19:00 Concurso História do Amanhã – Resultado no Facebook Pg Memória.

OBS: As lives vão acontecer abertamente para todo o público em facebook.com/pgmemoria, exceto as lives referentes ao Concurso História do Amanhã, estas serão pela plataforma Google Meet, os links serão enviados exclusivamente para os participantes.

“Nós perdoamos, mas não esquecemos”: exposição virtual sobre o movimento negro fomenta discussões em PG

Entitulada “Vidas Negras Importam”, a exposição promovida pela Fundação Municipal de Cultura apresentou trabalhos artísticos e falas importantes sobre a luta antirracista

Durante o segundo semestre de julho as redes sociais e o youtube da Fundação de Cultura exibiram trabalhos relacionados ao movimento negro e à luta antirracista. Ao todo, além de um catálogo de obras de artes visuais, foram selecionados outros 10 trabalhos. A criatividade dos artistas foi manifestada por meio de contação de histórias, poesia, música, dança e até com um podcast com uma discussão sobre o tema.

Na abertura dos trabalhos, uma roda de conversa entre membros do Movimento Sorriso negros dos Campos Gerais e da comunidade quilombola debateu as vivências dos participantes além de temas como cotas raciais e ações policiais. Uma das falas que mais marcou a conversa foi do presidente do Instituto, Carlos Alberto Rodrigues de Souza. “Nós somos mais da metade da sociedade brasileira, construímos esse país com nosso suor, nosso sangue. Não estamos de mimimi, estamos lutando pelo nosso direito”, afirma. Sobre o histórico de escravidão e preconceito, Saulo Rosa completou: “nós perdoamos, mas não esquecemos”.

O ensaio fotográfico “Retratos da Arte de Escrevivência” também compõe a exposição. Reúne o perfil e relato de oito artistas negros e suas experiências. O trabalho foi proposto por Eziquiel Ramos, que se diz orgulhoso do resultado e acredita que ao refletir sobre a arte é importante ter um olhar étnico-racial com pensamentos antirracistas. “É um dever dos não pretos lutar contra as opressões e fazer uso do privilégio de seus espaços para ser um aliado, dando voz a grupos que não os têm”, completa. Ele ainda explica que discutir o lugar do artista negro na sociedade é uma busca por coexistência, onde as diferenças não signifiquem desigualdades, tampouco suas histórias sejam objetos de estereótipos. Os cliques são do fotógrafo Rogério Junior que conta que o ensaio exigiu delicadeza. “O trabalho com retratos requer muita atenção nas singularidades e nas expressões dos retratados, e extrair algo além do estético, seja através do olhar, de uma respiração mais profunda ou um pequeno gesto foi o grande desafio destas fotografias”, completa.

Apesar de lançadas diariamente durante os últimos dias, a população pode conferir  todas as obras a qualquer momento. Elas ficarão disponíveis no youtube da FMC, no flickr e no facebook da Fundação. 

Grupo de Teatro Municipal comemora aniversário da estreia com apresentação online

O Grupo de Teatro Cidade de Ponta Grossa, mantido pela Prefeitura através da Fundação Municipal de Cultura, comemora nesta sexta, dia 14, um ano da primeira apresentação. O espetáculo “Shakespeare: paixão e poesia” foi encenado no dia 14 de agosto de 2019  no Cine-Teatro Ópera e recebeu os aplausos em pé de uma plateia de mais de 400 pessoas.

A peça dirigida por Edson Carneiro foi a primeira apresentada pelo grupo, criado também em 2019, por isso tem o carinho da equipe e do público.  Para marcar a  data, uma reexibição especial foi preparada pela equipe da Fundação e será transmitida no Facebook da FMC, a partir das 19h30. Além do espetáculo original na íntegra, o vídeo ainda traz depoimentos de atores e membros da equipe. Nas falas eles comemoram o sucesso da montagem.

Na ocasião, quem esteve na platéia foi a vice-prefeita Elizabeth Schmidt, que saiu emocionada. “Ponta Grossa mais uma vez é pioneira no incentivo à cultura! A estreia do Grupo foi extraordinária”, comemora. Elizabeth ainda destaca que a proposta de um grupo mantido pelo Governo Municipal por meio de bolsas de estudos é uma iniciativa inédita no Brasil. “Esta conquista é um sonho de uma vida, que se transformou em uma feliz realidade. Ponta Grossa, além de ser musical, é teatral”, disse. 

“Lembro bem da semana de estréia, foi muito intensa, não sabíamos como seria a reação do público e foi melhor do que imaginávamos”, conta o ator Nivaldo Santana.

Além do aniversário da peça, a equipe comemora  o sucesso nacional, comprovado com o prêmio de melhor figurino em junho de 2020, durante o primeiro festival online de teatro do país, o ProfesTeatro de Minas Gerais. Ainda no festival, o espetáculo recebeu outras quatro indicações: melhor maquiagem, melhor cenário, melhor atriz coadjuvante, com Viviane Oliveira, e melhor atriz, com Michella França.

Cultura promove roda de conversa sobre o movimento “Vidas Negras Importam”

Membros do Instituto Sorriso Negro e da comunidade quilombola se reúnem por videoconferência para dividir histórias e experiências dentro do movimento negro e das próprias vivências. A conversa ao vivo será exibida na página da Fundação Municipal de Cultura no Facebook a partir das 20h.O evento marca o lançamento da exposição “Vidas Negras Importam”, promovida pela Fundação em parceria com o Sorriso Negro. Os trabalhos enviados por artistas de Ponta Grossa serão liberados diariamente até o dia 30 de julho nas redes sociais da FMC.

O edital previa que o tema é a luta antirracista – dentro da proposta do movimento. As obras inscritas vão desde filmes, até fotos, podcasts, entre outros.

A exposição virtual começa com o catálogo de obras de artes visuais. São 24 trabalhos de artistas de Ponta Grossa e Carambeí, que abordam diversas questões e expõem figuras importantes do movimento social negro.


Confira agenda:
20/07: Catalógo de Artes visuais
21/07 – Carta de despedida de um preto
22/07 – A dança dos orixás
23/07 – Retratos da Arte de Escrevivência
24/07 – Botecast #70
25/07 – Ruptura
26/07 – A dor no canto do Brasil
27/07 – Akin é Cura!
28/07 – Paranauê Paraná
29/07 – Meu corpo não me define
30/07 – Nunca ouvi falar

Fundação de Cultura traz grande nomes para Ciclo de Atividades Formativas

Profissionais do jornalismo e cinema são os convidados. O evento é gratuito, aberto ao público e oferece certificado de participação. O ciclo de atividades formativas conta com duas oficinas virtuais e um bate-papo online. A atividade será entre os dias 21 e 23 de julho e conta com a parceria da Unisecal e da UEPG. No primeiro encontro, dia 21 às 17h, Daniel Zanela fala sobre a produção de periodicos independentes. A oficina será pela plataforma google meet. Zanela é jornalista e mestre em Teoria Literária. No dia seguinte o tema é “Entrevistas em tempos de Pandemia”, ministrado pelo diretor de cinema e produtor Rafael Urban. A atividade também será no google meet a partir das 19h30. Para fechar o ciclo, no dia 23 de julho, Otto Winck participa de um bate-papo sobre a importância da arte em tempos de pandemia. A transmissão será pelo facebook da Fundação às 19h30. Otto é doutor e mestre em Estudos Literários. O evento é gratuito, aberto ao público e oferece certificado de participação. Para participar é necessário se inscrever em pontagrossa.pr.gov.br/cultura.

Cultura lança curso de teatro online e gratuito em PG

Aulas começam na segunda-feira (6) e serão ministradas por membros do Grupo de Teatro Cidade de Ponta Grossa. Para participar basta acessar o Facebook da FMC sempre às 18h. As aulas são gravadas e os vídeos ficam disponíveis após o horário.

A partir desta segunda, interessados em aprender sobre teatro, ou algum dos seus elementos, podem participar de um curso online e gratuito de introdução ao teatro. A iniciativa é da Fundação Municipal de Cultura. O conteúdo foi preparado e gravado por membros do Grupo de Teatro Cidade de Ponta Grossa.

Ao todo são 10 módulos: História do teatro, sonoplastia, Maquiagem, dramaturgia, iluminação, figurino, cenografia, preparação vocal, preparação corporal e elaboração de projetos culturais.

O iluminador Carlos Phantasma, responsável pelos módulos de iluminação e sonoplastia, conta que em cursos presenciais as dúvidas que surgem durante as aulas ajudam a assimilar o conteúdo, por isso, dessa vez precisou pensar o conteúdo de uma maneira ainda mais clara. “Utilizo exemplos do cinema, porque muitas pessoas que desejam iniciar no teatro não tem referências do teatro, mas sim do cinema. Assim posso facilitar a compreensão”, explica.

A assistente de direção Colombina Augusta Gasparello Assis também elaborou os conteúdos de maquiagem e preparação corporal pensando em quem quer começar na área. “Para a maquiagem optei por produtos e técnicas simples para quem vai se arriscar com coisas novas mas não tem produtos específicos nem experiência. Já para o módulo de preparação corporal resolvi trazer alongamentos e aquecimentos simples para dar início aos trabalhos”, conclui.

O curso estava previsto inicialmente para ser presencial no mês de março, no formato de oficinas.  A mudança para a o meio digital se deu por conta das medidas de isolamento necessárias para conter o avanço do coronavírus. 
Para participar basta acessar o Facebook da FMC sempre às 18h. As aulas são gravadas e os vídeos ficam disponíveis após o horário.

Confira a Agenda:

Sempre às 18h

06/07 – História do Teatro
07/07 – Dramaturgia
08/07 –  Cenografia
09/07 –  Figurino
10/07 – Iluminação 1
13/07 – Iluminação 2
14/07 – Maquiagem
15/07 – Sonoplastia
16/07 – Preparação vocal
17/07 – Preparação corporal
20/07 – Elaboração de projetos culturais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA