Ponta Grossa sedia 3º Encontro de Cultura do Interior do Paraná


Evento acontece nos dias 20, 21 e 22 deste mês e reunirá representantes de todo Estado

Ponta Grossa sedia, entre os dias 20 e 22 deste mês, o 3º Encontro de Cultura do Interior do Paraná. Durante os três dias, gestores e gestoras culturais de todo o Estado estarão na cidade para discutir questões relacionadas ao segmento cultural. A realização é da Rede de Cultura do Interior do Paraná (RECIP), AMCG Cultura e Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. O evento conta ainda com apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná e Ministério da Cultura.
Esta é a primeira vez que a cidade sedia o Encontro de Cultura do Interior do Paraná. Na oportunidade, gestores e gestoras de cultura dos municípios do interior se reúnem para debater e fortalecer as políticas públicas do setor. O secretário municipal de Cultura de Ponta Grossa e coordenador da AMCG Cultura, Alberto Portugal, destaca que o segmento cultural da cidade está muito honrado em receber o evento. 

O secretário Alberto Portugal explica que o encontro busca o fortalecimento das políticas públicas de cultura. Para isso, durante os três dias, os gestores vão discutir e aprimorar conhecimentos e práticas na gestão, além de trocar informações sobre o que cada um vem fazendo em seus municípios e regiões. 

O evento, segundo o secretário, também servirá para mostrar o que os Campos Gerais do Paraná têm de potência cultural. “Estamos prontos para ser anfitriões do maior encontro desse segmento e colorir nossa cidade de bandeiras dos municípios que batalham pela consolidação e afirmação das artes, da memória, do patrimônio e da cultura”, destaca. Alberto Portugal também aproveita para convidar todos os gestores e gestoras de cultura para que se inscrevam. “Ponta Grossa espera a todos e todas de portas abertas”, finaliza. 

A programação acontece em dois locais. Nos dias 20 e 22 será realizada no pátio do Centro da Música. Já no dia 21, os participantes se reúnem no Cine-Teatro Ópera. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas de forma on-line no endereço https://recippr.wordpress.com/iii-encontro-de-cultura-do-interior-do-parana/. As vagas são limitadas.

SMC adota cordão de girassol para pessoas com deficiências ocultas.

O cordão faz parte de um amplo projeto de acessibilidade instalado pela Secretaria Municipal de Cultura

A Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Ponta Grossa inicia um projeto de atendimento para pessoas com transtornos e deficiências ocultas. Para isso, está disponibilizando, na entrada de todas as 12 unidades culturais, cordões de girassol, símbolo desses transtornos e deficiências. Com isso, esse público terá atendimento prioritário em todos esses locais. 

A proposta surgiu a partir de um projeto de construção de uma cidade cada vez mais inclusiva. “Nós queremos, sempre, que Ponta Grossa seja mais humana e eu pedi para o secretário de Cultura, Alberto Portugal, para que ele providenciasse um acolhimento apropriado àquelas pessoas que precisam de um atendimento especial. E é por isso que nós estamos implantando algo inédito, muito interessante, que é o uso do cordão de girassol”, explica a prefeita Elizabeth Schmidt. 

O conceito de deficiência oculta se refere a uma condição física, mental ou neurológica que não é comumente visível pelas outras pessoas, mas pode limitar sentidos, movimentos ou atividades de quem a possui. Entre elas, se encontram o transtorno do espectro autista (TEA), asma, transtorno de ansiedade, transtorno bipolar, epilepsia, esquizofrenia, entre outras. Como são invisíveis exteriormente, podem levar a mal-entendidos, falsas percepções e julgamentos. E tornar o invisível visível é o objetivo do cordão de girassol, aprovado por lei como símbolo nacional de identificação de pessoas com deficiências ocultas. A proposta do projeto indica que o uso do cordão de girassol garante o suporte, respeito e direitos de quem necessita de atendimento prioritário ou, em situações de emergência, pode evitar situações constrangedoras e promover o respeito, empatia e inclusão. 

Agora, o cordão passa a ser adotado em todos os equipamentos culturais da SMC, sendo uma novidade no município. Segundo o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, ao chegar em uma unidade, seja em uma apresentação cultural ou mesmo em busca de algum serviço específico, a pessoa é recebida pelo assessor de atendimento e poderá solicitar o cordão. Assim, passará por um atendimento que leve em consideração as suas necessidades. “Em uma apresentação de teatro, por exemplo, pode ser colocado em um lugar que lhe seja mais confortável, em relação à multidão, barulho ou outro aspecto”, explica o secretário. 

INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE

A SMC vem ampliando seu projeto de acessibilidade também em outros aspectos de atendimento às pessoas com deficiências. Recentemente, a Secretaria contratou um intérprete de Libras. Também conta com piso tátil e placas em Braile sendo instaladas em corrimões das unidades, além de ter um acervo de livros na Biblioteca Municipal com várias obras em Braile. 

Estão sendo instalados, também, elevadores para os camarins do Cine-Teatro Ópera e no Museu Municipal. “Nosso objetivo é ampliar cada vez mais as ferramentas de acessibilidade que permitam a toda comunidade que tenha algum tipo de necessidade especial o acesso aos espaços culturais da nossa cidade”, destaca o secretário.

LEGENDA: Cordões de girassol estão disponíveis em todas as unidades culturais da SMC

Flicampos 2024 será aberta nesta quarta

Será aberto nesta quarta-feira, dia 5, o Festival Literário dos Campos Gerais (Flicampos-2024). A cerimônia de abertura acontece a partir das 19 horas, na Biblioteca Pública Municipal. A promoção é da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. 

O Flicampos prossegue nos dias 6 e 7, quinta e sexta-feira, com toda programação acontecendo na Biblioteca. O tema escolhido para esta edição é ‘Em cada canto um livro’. “Nossa proposta é reunir esses artistas escritores em um ambiente de literatura. Queremos, assim, valorizar esta proximidade do livro, com o autor e o público consumidor das ambos, sensibilizando, promovendo o sentimento de pertencimento e, sobretudo, de orgulho ao que se produz, em termos literários, em Ponta Grossa”, destaca o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal. 

A proposta leva escritores ponta-grossenses para dentro do evento. Eles estarão presentes, com suas obras, em diferentes pontos da Biblioteca, recebendo o público, falando de suas obras e fazendo outras interferências junto ao público participante. Serão dezenas de escritores da cidade participando do evento. 

A programação dos dias 6 e 7 vai das 9h às 11h e das 13h30 às 17h. A entrada é franca e o evento para toda comunidade. 

Compac aprova tombamento do Bloco A da UEPG


Bloco A da UEPG e Praça Santos Andrade foram tombados na noite de ontem 

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura, realizou, na noite de ontem (dia 3) a sessão pública de tombamento do Bloco A do campus central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e da Praça Santos Andrade, que fica na entrada do prédio. A sessão aconteceu no Cine-Teatro Ópera e o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (Compac) aprovou a proposta por unanimidade. 

A decisão pelo tombamento do bloco A da UEPG se deu pela importância histórica, artística e arquitetônica do prédio. O local foi o primeiro prédio da Universidade, que hoje se encontra em dois campi (central e de Uvaranas), além de contar com outras unidades espalhadas pela cidade. 

De acordo com o histórico que consta no site da Instituição, a UEPG “foi criada pelo Governo do Estado do Paraná, através da Lei no 6.034, de 6 de novembro de 1969, e Decreto no 18.111, de 28 de janeiro de 1970”. Na oportunidade, também foram criadas a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Estadual de Maringá (UEM). No caso da UEPG, a universidade incorporou faculdades estaduais já existentes no município e que funcionavam isoladamente.

A partir do tombamento, devem ser mantidos todos os aspectos particulares da concepção do prédio do Bloco A. Porém, podem ser realizadas obras internas, desde que sejam condizentes com o caráter da estrutura em questão. Para isso, os projetos devem ser previamente aprovados pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural.

Prefeitura entrega Prêmios Culturais 2024 nesta terça


Premiação acontece durante a 24ª Conferência Municipal de Cultura, que acontece hoje e amanhã

Será realizada na noite desta terça-feira (dia 28) a entrega dos Prêmios Culturais 2024 para artistas que têm se destacado em diversos segmentos culturais, na cidade. A cerimônia de premiação acontece dentro da programação da 24ª Conferência Municipal de Cultura, realizada no Cine-Teatro Ópera. A promoção é da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal de Política Cultural. O evento inicia às 19 horas.

Os prêmios culturais são entregues anualmente, desde 1984. O objetivo é reconhecer e incentivar o trabalho e homenagear cidadãos que tenham contribuído para a difusão e desenvolvimento da cultura na cidade de Ponta Grossa. A premiação abrange artes populares, literatura, artes visuais, música, dança, teatro, além de mérito cultural. “O Conselho Municipal de Política Cultural reconhece as pessoas escolhidas nesta edição como importantes protagonistas na cultural local, por sua história de luta pela manutenção das artes, da identidade e da cultura. Por isso, nós ficamos muito felizes em participar deste importante momento”, destaca o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal. 

Ao todo, são oito premiações que serão entregues na noite de amanhã, em diferentes segmentos. O Prêmio Roselei do Rocio Manoel – de artes populares, será entregue ao rapper Ismael Gueg; o Prêmio Anita Philipovsky, de literatura, irá para a escritora Dione Navarro; o Prêmio João Pilarski, de artes visuais, será recebido pela artista plástica, Simone Alvares; Prêmio Jacob Holzmann, de música, para o músico Newton Schner Jr.; Prêmio Emma Sintani, de dança, para o coreógrafo Guilherme Tupich; e Prêmio José Fernandes Cadilhe, de teatro, para o dramaturgo e ator Gabriel Vernek.

Os prêmios culturais 2024 também contam com o Mérito Cultural Ribas Silveira, que vai para Jackson Willian Pluskota, desenvolvedor e programador de jogos digitais. A noite reserva ainda um prêmio especial, in memorian, para DJ Toom, Vanderson Antônio de Oliveira, falecido recentemente.

Abertas as inscrições do Coral para pessoas com deficiência 

Estão abertas as inscrições para as oficinas do ‘Coral para pessoas com deficiência’. A realização é da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura e faz parte do Projeto Satélite Cultural. Os interessados em participar devem se inscrever pelo telefone (42) 99109-4617. A inscrição é gratuita.

O Coral para pessoas com deficiência é realizado na forma de oficinas livres gratuitas, que acontecerão todas as quartas-feiras, a partir das 8h30, no Ginásio de Esportes Jamal Farhalla Bazzi. Podem participar pessoas com deficiência com idade a partir dos 10 anos. 

De acordo com o maestro Rubens Rosa, coordenador do projeto, o objetivo do Coral para pessoas com deficiência é oportunizar a expressão por meio da voz. “Com isso, queremos proporcionar bem-estar aos participantes e, também, transpor barreiras e limites por meio da música”, enfatiza. 

Satélite Cultural

O Projeto Satélite Cultural, aprovado como lei (Lei 14.704), é o maior programa de transformação e descentralização da Cultura de Ponta Grossa. O objetivo é oferecer oficinas de alfabetização cultural para a comunidade, atividades de artes visuais, música, teatro e dança. Não se trata de formação de profissionais, mas de dar oportunidade para as pessoas se apropriarem de cultura.

A descentralização ocorre a partir das ações de fomento à cultura, uma vez que as oficinas acontecem em diferentes pontos da cidade e são definidas a partir de interesses da população local. 

24ª Conferência Municipal de Cultura acontece nos dias 27 e 28 deste mês

Será realizada dias 27 e 28 deste mês a 24ª Conferência Municipal de Cultura, no Cine-Teatro Ópera. Nos dois dias, as atividades iniciam às 19 horas. A promoção é do Conselho Municipal de Política Cultural, através da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Ponta Grossa.

No último dia 15 foram realizados, na Biblioteca Pública Municipal, os Fóruns Setoriais de Cultura de Ponta Grossa, que antecedem a realização da Conferência Municipal de Cultura. O objetivo da atividade foi reunir os representantes de diversos segmentos culturais, como artesãos, artistas, pesquisadores e produtores de cultura, que atuam no município, para que apresentassem suas prioridades. Essas serão, então, levadas para a Conferência.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, a Conferência tem como objetivo “fortalecer o diálogo com os fazedores de cultura do município, além de levantar propostas para a construção de políticas públicas eficazes e, assim, elevar ainda mais a cultura ponta-grossense”. As atividades visam atender, também, toda a comunidade de Ponta Grossa, a partir de propostas que aproximem cada vez mais as produções culturais da população.

Durante a Conferência, também serão apresentadas todas ações realizadas no campo da cultura durante a atual gestão. O secretário Alberto Portugal lembra que a Secretaria Municipal de Cultura tem como função atender às demandas do setor cultural da cidade, além de administrar, junto ao Conselho, o Fundo Municipal de Cultura. 

A participação é aberta a toda comunidade interessada e não é necessário se inscrever antecipadamente. Já as propostas para a 24ª Conferência Municipal de Cultura devem ser enviadas para o endereço eletrônico https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/formularios/propostas_conferencia_de_cultura#overlay-context=user/182. Isso pode ser feito antes ou durante a conferência. 

Ao convidar a comunidade a participar, o secretário lembra que é de extrema importância a presença de representantes de todos os segmentos para que se tenha um panorama diversificado e representativo do processo cultural do Município. 

Fóruns Setoriais definirão prioridades para a 24ª Conferência Municipal de Cultura

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura, e o Conselho Municipal de Política Cultural realizam, no dia 15 deste mês, os Fóruns Setoriais de Cultura de Ponta Grossa. Todas as atividades serão concentradas no espaço da Biblioteca Pública Municipal, a partir das 19 horas.

          Os fóruns antecedem a realização da 24ª Conferência Municipal de Cultura de Ponta Grossa, que será realizada nos dias 27 e 28 de maio, a partir das 19 horas, no Cine-Teatro Ópera. O objetivo é reunir representantes de diversos segmentos da cultura, como artesãos, artistas, pesquisadores de cultura e produtores de cultura, que atuam no município, para que apresentem suas prioridades. Essas serão, então, levadas para a Conferência.

          O secretário municipal de Cultura de Ponta Grossa, Alberto Portugal, diz que, durante o evento, será feita a apresentação das ações realizadas durante a atual gestão, com vistas ao panorama cultural do Município. Também destaca a importância da participação de representantes de todos os segmentos culturais. “Esta fase preparatória é muito importante para o sucesso da Conferência dos dias 27 e 28, pois o objetivo é promover discussões sobre questões referentes à Política Cultural do Município”, explica.

          Ainda de acordo com Alberto Portugal, a Secretaria de Cultura tem como função atender às demandas do setor cultural da cidade, além de administrar, junto ao Conselho, o Fundo Municipal de Cultura. “Nossa função é a de criar e manter um ambiente de cooperação e parceria para o desenvolvimento da atividade cultural, com a formação e aperfeiçoamento de artistas, técnicos e promotores e ampliação do mercado, possibilitando o estabelecimento e o desenvolvimento da atividade econômica relacionada à cultura, gerando emprego e renda, com a difusão das artes e a fruição dos bens culturais pela população”, finaliza.

Abertas as inscrições para o Programa Plateia 2024

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), divulga chamamento público para o credenciamento de espetáculos do ‘Programa Plateia’ 2024, que abre espaço para grupos teatrais se apresentarem no Cine-Teatro Ópera, gratuitamente. Serão selecionadas peças teatrais para serem montadas de maio a agosto deste ano, no Palco B. As apresentações adultas serão realizadas nas quintas-feiras e as infantis aos sábados.

          O objetivo do programa, segundo o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, é oportunizar que os grupos possam ocupar este importante espaço teatral da cidade sem ter que pagar alguma taxa por isso, muitos dos quais não teriam condições de arcar com esses custos. Além de ter o palco disponível, gratuitamente, eles podem cobrar ingressos ou arrecadar doações para instituições em suas apresentações.       

          Poderão se inscrever grupos ou coletivos de profissionais, representados por um responsável. O proponente poderá ser pessoa física ou jurídica, maior de 18 anos ou emancipada, com atuação nas artes cênicas e residente ou sediada no município de Ponta Grossa por, no mínimo, dois anos. As inscrições estão abertas até o dia 13 deste mês, exclusivamente de forma online, no site da Secretaria Municipal de Cultura, a partir do preenchimento do formulário disponível no endereço cultura.pontagrossa.pr.gov.br/chamamentos-publicos.

          Cada proponente poderá submeter até duas inscrições para o Programa Plateia, sendo uma para espetáculo adulto e outra para espetáculo infantil. Podem ser espetáculos já produzidos ou inéditos, com duração de 40 a 60 minutos.

38ª Semana de Cultura vai destacar gerações familiares

Será aberta no próximo sábado, dia 4 de maio, a 38ª Semana de Cultura Bruno e Maria Enei. A solenidade de abertura acontece no Cine-Teatro Ópera, a partir das 18h30. A programação segue até o sábado, dia 11. A promoção é da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. Toda a programação é gratuita.

O tema escolhido para esta edição é ‘Gerações’, e busca destacar a transferência da produção cultural de uma geração para outra, ou seja, trata-se da ocupação de espaços de cultura por famílias. “De pai pra filho, tradições são transferidas numa nobre tentativa de manter acesa a chama de culturas que são importantes para um determinado grupo. Raízes sólidas geram árvores com bons frutos e é assim que a gente quer afirmar: lugar de família é em espaço de cultura”, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, sobre o tema que vai conduzir esta edição.

Quase toda a programação acontecerá no Cine-Teatro Ópera. Após a solenidade de abertura, no sábado, haverá apresentações da Companhia de Teatro Kà, de Curitiba, com duas peças. Às 19 horas eles levam ao palco a peça Kraken e às 21 horas, Pilar de Fogo. Ainda na primeira noite, pai e filha estarão juntos na Semana de Cultura. Será aberta a exposição de pinturas de Nessandra Cordeiro, no Ópera, com declamação de poemas do seu pai, José Ruiter Cordeiro.

No domingo, dia 5, a partir das 10 horas, a Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa realiza um concerto para crianças de todas as idades. A apresentação também acontece no Cine-Teatro Ópera. Já na segunda-feira, dia 6, será realizado um ensaio aberto do Grupo de Teatro de Ponta Grossa, a partir das 19 horas. No final do ensaio, o público terá a oportunidade de participar de uma conversa com os atores e técnicos da Companhia. 

A Semana de Cultura prossegue na terça-feira, quando José Ruiter Cordeiro volta a declamar poesias no Ópera, a partir das 19 horas. Depois, no mesmo local, acontece ensaio aberto da Companhia de Dança de Ponta Grossa. Na quarta-feira o Ópera recebe uma apresentação da Conserva’s Big Band. 

Na quinta-feira, dia 9, o palco do Ópera vai receber as Meninas Cantoras, às 19 horas. Depois tem uma apresentação musical da Família Silvestre, às 20 horas. Dia 10, sexta-feira, acontece um ensaio aberto da Companhia de Dança de Ponta Grossa, a partir das 10 horas, no Centro de Cultura. Já às 19 horas, tem o concerto ‘Cantos e Acalantos’, com o Coral de Todos Juntos, no Ópera. 

A 38ª Semana de Cultura Bruno e Maria Enei será concluída no dia 11, sábado, no Cine-Teatro Ópera. A programação do dia inicia com a leitura de uma crônica, novamente com José Ruiter Cordeiro. A partir das 19 horas haverá uma apresentação da Família Kalva e às 19h30 o concerto ‘Gerações’, com a Banda Lyra dos Campos. 

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Pular para o conteúdo Secured By miniOrange