Exposição de artistas ponta-grossenses segue em cartaz na Unidade Cultural Ponto Azul

por Maria Arlete Wadek

O público pode apreciar, até o dia 31 de outubro, a exposição “ Vida… A arte do Encontro”, da artista plástica Deborah Bruckmann, em conjunto com telas de seus alunos. A exposição acontece na Unidade Cultural Ponto Azul, setor de artes visuais transferido recentemente para espaço administrado pela Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC). 

Segundo a coordenadora do setor, Mariângela Digiovanni, com esta exposição a artista e professora Deborah Bruckmann, decidiu enaltecer, também, o trabalho de alguns outros artistas, a quem ela repassa seus conhecimentos de artes visuais. 

A exposição reúne 18 telas de Deborah Bruckmann, realizadas com diferentes técnicas, e apresenta 5 telas de cada um de seus alunos artistas visuais, sendo: Eulécia Rezende, Delmy Kapp Costa e Padre Wilton Moraes Lopes. De acordo com Deborah o nome da exposição “ Vida… a Arte do Encontro”, busca destacar o encontro com estes e outros artistas, bem como o encontro com sua essência, “ com o meu novo ser”, ressalta. 

O horário para visitação na Galeria de Artes do Ponto Azul é de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

PG Memória 2021 – Histórias que o tempo não vai apagar

por Maria Arlete Wadek 

3ª edição do evento será realizada neste final de semana e promete mexer com nossas saudades 

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura, empenha-se nos preparativos para a realização do PG Memória- 3º Salão do Patrimônio Cultural de Ponta Grossa, denominado “Histórias que o tempo não vai apagar”, o qual será realizado de 22 a 24 de outubro, na Praça Barão do Rio Branco. 

O evento objetiva destacar a importância da preservação de nossas histórias, do conhecimento da identidade local, dos símbolos e expressões culturais de Ponta Grossa, da valorização da memória e do patrimônio cultural da cidade, promovendo a discussão sobre elementos da cultura local, das tradições e da identidade do povo ponta-grossense. 

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Alberto Portugal, destaca que “durante esses três dias será possível rever histórias, descobrir curiosidades sobre fatos pitorescos de Ponta Grossa, relembrar coisas que os nossos avós contavam e, principalmente, sentir muita saudade ”. Ele comenta que a saudade será o grande foco do PG Memória 2021, “remexendo no baú do passado e trazendo à tona nossas melhores lembranças”. 

Durante o evento serão realizadas palestras, cursos, atividades culturais, exposições, entre outras ações, nos seguintes dias e horários: 22/10, das 15h às 22h; 23/10, das 10h às 22h; 24/10, das 10h às 15h. 

Neste período, além das atividades que irão acontecer em 21 (vinte e um) estandes temáticos, localizados em espaços separados na Praça Barão do Rio Branco, outros atrativos integram o evento, a exemplo do funcionamento da Casa do Artesão, o Palco de Poesias“ Belvedere” dirigido pela APLA e CCPFM, exposições na Unidade Cultural do Ponto Azul, Apresentações da OSPG em palco separado, Feira de Antiguidades e apresentações de Histórias que o Tempo não vai Apagar. Na Rua Sant’Ana será instalada uma Praça de Alimentação, coordenada pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional. Já a Concha Acústica será palco para diversas atrações artístico-culturais. Além disto, será realizada a exposição “ Protagonistas da Cidade”, com vários espaços da praça ocupados por banners fotográficos contendo registros de pessoas que ajudaram a forjar a história da cidade. O grande destaque das atrações fica por conta da “Festa PG de Outros Tempos”, um grande baile de época, animado por Paulino’s Jazz Banda e que acontece no sábado, a partir das 19h. 

Acreditando no sucesso da iniciativa, Alberto destaca que o evento vai respeitar todas as normas sanitárias estabelecidas para o enfrentamento ao Covid 19. Ele ressalta que será mantida a norma de distanciamento social mínimo, obrigatoriedade do uso de máscaras, além do álcool em gel que estará sendo disponibilizado em vários locais da Praça.

PROGRAMAÇÃO

Palco Principal – CONCHA ACÚSTICA


SEXTA – DIA 22 – DAS  15 ÀS 21:00
15:00 Abertura Oficial do Evento;
15:30 Concerto da Banda Lyra dos Campos – Patrimônio Imaterial de Ponta Grossa;
16:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
18:00 Exibição de Cinema de Época (Filme: Tristeza do Jeca) – por Nelson Silva Jr.
19:00 Rodada de Memórias, Histórias e Saudades;
20:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
20:30 Seresta – Música da saudade.

SÁBADO – DIA 23 – DAS 10:00 ÀS 22:00 (A FEIRA FECHA ÀS 19:00)

10:00 Abertura da feira com a Banda Lyra dos Campos;
11:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
12:00 Brida e Morenaço;
14:30 Cultura e devoção em Corina Portugal – por Dione Navarro;
15:00 Coro Cidade de Ponta Grossa – Concerto de Retomada;
17:00 Rodada sobre Gastronomia de Ponta Grossa;
18:00 Resultado do Concurso de Rótulos da Cerveja do Buraco do Padre;
19:00 às 21:00 Baile PG de Outros Tempos com Paulino’s Jazz Band;

DOMINGO – DIA 24 – DAS  10:00 ÀS 15:00

10:00 Abertura da Feira da Barão;
11:00 Casa do Divino
12:00 Kiko e Alámo;
13:00 Higor Kas e o Violino Mágico
14:00 Os Poentes da Minha Terra – de Anita Philipowsky – por Renata Régis Florisbelo;
15:00 Concerto com a Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa;
15:30 Encerramento do Evento;

Palco Poesia – Apresentações Academia Ponta-Grossense de Letras e Artes e Centro Cultural Professor Faris Michaele

SEXTA, DIA 22

16:15 Contação de Histórias com Alana Águida Berti
17:00 Hora da Magia – Palhaços Pipoca e Caramelo – com Luciano Oliveira
18:10 Arte Naif – Passeia e Encanta – Com Marcelo Schimaneski
18:30 Lançamento do Flyers Literato “Perfis da Cidade”
19:00 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
20:15 Lançamento do Livro O que tem nas caixas – de Alana Águida Berti

SÁBADO, DIA 23

11:15 Oficina Arte no Tempo da Vovó – Com Sulamita Prochaski e Rosângela Milleo.
14:00 Leitura Poética – Na voz do vento sob a luz da Lua – com Rosicler Antoniácomi, Silvestre Alves, Júlia Bueno, Mitzi Vedan Ramos e Guilherme Vargas
15:30 Oficina Memórias Infantis – com Deisi Pietrobelli e Leticia Teixeira
16:30 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
18:00 Oficina de Criatividade – Memórias: do Real ao Surreal – com Ana Maria Camargo

DOMINGO, DIA 24

11:00 Oficina Construção de um Personagem – Identidade de PG – por CCPFM
14:15 Caravana da Cultura – com Dione Navarro, Marivete Souta e Silvestre Alves

Palco Virtual – Academia de Letras dos Campos Gerais

SEXTA, DIA 22

Horário: 17h – 18h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Neuza Mansani
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Teresa Jussara Luporini Cadeira 21. (Coordenadora)
TEMA 1 – A CONCEPÇÃO E FUNDAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DOS CAMPOS GERAIS Academia de Letras dos Campos Gerais
Acadêmico Fundador Cadeira 10: Josué Corrêa Fernandes

TEMA 2 – PERFIL DOS PATRONOS
Acadêmica Primeira Ocupante Cadeira 2: Josélia Maria Loyola de Oliveira Gomes

SÁBADO, DIA 23

Horário: 14h – 15 h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Rafael
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

1 – TEMA: COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI
Acadêmicas Fundadoras: Aída Mansani Lavalle Cadeira 36 Luísa Cristina dos Santos Fontes Cadeira 5

DOMINGO, DIA 24

Horário: 11h – 12h
Pelo Facebook da Academia de Letras dos Campos Gerais
Sala de Rafael
ABERTURA: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

2 – TEMA: ATUAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DOS CAMPOS GERAIS
Acadêmica Primeira Ocupante Cadeira 1 – Neuza Helena Postiglione Mansani
Acadêmico Primeiro Ocupante Cadeira 7 – Mário de Sérgio de Melo

3 – ENCERRAMENTO: Acadêmica Fundadora Cadeira 21: Teresa Jussara Luporini (Coordenadora)

Atividades pela Praça

SEXTA, DIA 22

19:00 City Tour pela Praça Barão do Rio Branco – com Marcia Dropa

SÁBADO, DIA 23

14:00 City Tour pela Praça Barão do Rio Branco – com Marcia Dropa

19:00 Flashmob Baila comigo?! – com Grupo de Teatro Cidade de Ponta Grossa

DOMINGO, DIA 24

11:00 Flashmob Chega de Saudade – com Casa das Artes 13:00 Serenatas com Higor Kas e o violino fabuloso

A qualquer momento:

Serenatas na praça com Paola e Melissa;
Panfletagem: perfis da cidade – por Renata Régis Florisbelo

O Comboio Cultura vai levar música e cultura para todos os públicos, em toda a cidade.

Com o objetivo de democratizar a cultura, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura, lança o projeto Comboio Cultura que vai promover espetáculos musicais itinerantes por várias vilas de Ponta Grossa.
Durante o mês de setembro, um caminhão-palco equipado com som e luz, levará músicos locais para apresentações pelas ruas dos bairros da cidade, proporcionando a todos a oportunidade de assistir espetáculos artísticos sem sair de casa.
Diferentes estilos musicais serão contemplados pelo projeto, diversificando as opções, incluindo públicos e artistas, além de proporcionar a difusão de estilos para novas plateias.
Confira a programação e prestigie!
Faça fotos e vídeos do Comboio Cultura e compartilhe com as hashtags #comboioculturapg #vivaculturaempontagrossa

Setembro em Dança 2021

Publicado por imprensa em Segunda-feira – 06/09/2021 – 12:25

por Josué Teixeira
Evento inicia dia 19 de setembro. Interessados podem se inscrever até o dia 10 de setembro.
 

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura (FMC), está com as inscrições do ‘Setembro em Dança’ abertas até o dia 10 deste mês. O evento acontece entre os dias 19 e 25 de setembro, no Parque Lago de Olarias.
De acordo com o presidente da FMC, Alberto Portugal, além de resgatar um tradicional evento da cidade, o ‘Setembro em Dança’ também busca incluir o Município no circuito da dança no Estado do Paraná.
“Ponta Grossa possui um cenário muito diverso e vivo na dança e conta com artistas que possuem presença cativa em festivais pelo Brasil afora. Neste sentido, o Setembro em Dança vem para ampliar a força desse setor e levar ao público os grandes dançarinos que temos aqui. Para este ano, teremos um evento com novos contornos, um novo formato, com oficinas, workshops com profissionais de destaque no cenário nacional, mostra aberta e mostra competitiva com premiação em dinheiro aos vencedores , além do desafio 60 horas de dança”, destaca Portugal.
Ainda sobre o evento, o presidente da FMC afirma que a escolha do Parque Lago de Olarias leva em conta não só os aspectos sanitários de proteção e combate à Covid-19, mas também a oportunidade de proporcionar um evento acessível para a comunidade. “Todas as ações que compõem o evento serão realizadas no Parque do Lago de Olarias, local que contará com uma estrutura montada especialmente para o evento, contando com 300 lugares em uma área restrita. O evento também será transmitido ao vivo”. Esta edição conta ainda com o espetáculo convidado “Dois Olhares”, do renomado Centro de Dança Eliane Fetzer, na abertura (19), às 20 horas. O encerramento terá a noite de gala, apresentando as coreografias vencedoras.
O Setembro em Dança tem como tema Dançar e Celebrar, e não terá nenhum custo para a comunidade do segmento da dança local.

Para realizar sua inscrição:

Princesa em Festa 2021

A segunda edição da gincana cultural Princesa em Festa promoverá uma série de ações sociais durante o mês de aniversário de Ponta Grossa. O evento consiste na publicação de uma lista com presentes para a “Princesa dos Campos”, e a comunidade, sociedade civil ou independentes, selecionará por meio de um formulário eletrônico a ação que será desenvolvida.

De itens simples a mais elaborados, espera-se que uma atmosfera de boas ações ocorram de forma espontânea.

No dia 15 de Setembro, na Praça Barão do Rio Branco, haverá o encontro final dos participantes, que apresentarão em 1 minuto a forma como foram executados os presentes a uma banca de pessoas selecionadas por suas atitudes altruístas. Haverá uma avaliação simbólica considerando a forma como foram executados os presentes. Os cinco mais criativos e com maior impacto à população, receberão como prêmio um troféu e um bolo, que simboliza a primeira fatia de aniversário da Princesa dos Campos. Além disso, todos os participantes receberão um certificado de participação.

O evento contará com o lançamento do Museu Virtual Cenas de Ponta Grossa (projeto financiado pelo PROMIFIC), além de um flashmob com músicos da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa.

REGULAMENTO

A segunda edição da gincana cultural Princesa em Festa, realizada pela Fundação Municipal de Cultura, promoverá uma série de ações sociais durante o mês de aniversário de Ponta Grossa.

O evento é simbólico e visa resgatar a generosidade, a gentileza e o convívio em sociedade através de ações que aconteçam nos 15 dias que antecedem o aniversário da cidade, promovendo uma onda de boas ações por toda Ponta Grossa. Os participantes do evento vêm então declarar o respeito ao passado e a consciência das ações cotidianas para o futuro da cidade.

A população selecionará por meio de um formulário digital um dos presentes disponíveis para entregar à “Princesa”. O link para inscrição será disponibilizado no site da Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa (cultura.pontagrossa.pr.gov.br/princesa-em-festa-2021) a partir de 27 de agosto de 2021, por meio de um formulário digital. Através dele, os participantes poderão escolher um ou mais presentes, sem limite máximo para escolha. Os itens selecionados ficarão riscados na lista, objetivando que os participantes tenham conhecimento da escolha do presente, mas não terão informação de quem o executará.

Para execução do presente selecionado, deve ser escolhida uma data entre 27 de Agosto e 14 de Setembro.

Registre a execução do presente e divulgue nas redes sociais usando hashtag #princesaemfesta2021

No dia 15 de Setembro ocorrerá a divulgação dos grupos que executaram as tarefas/presentes na página da Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa. No mesmo dia, a partir das 15 horas, na concha acústica da Praça Barão do Rio Branco haverá uma banca examinadora com cinco avaliadores que avaliarão o relato das execuções e contemplará os 5 primeiros lugares.

Podem participar da gincana Princesa em Festa:

  • grupos organizados de alunos, professores e familiares de estudantes;
  • grupos desportivos, torcidas organizadas e agremiações em geral;
  • associações e clubes formais ou não, residentes em Ponta Grossa ou não;
  • equipes formadas por famílias;
  • funcionários de lojas representando seus estabelecimentos.

Os participantes terão em média 1 minuto por equipe para apresentar como foi realizada a entrega de seu presente para a “Princesa”, perante a banca examinadora. Será permitido o uso de recurso multimídia.

O resultado será exibido no mesmo dia da avaliação. Serão contemplados os 5 melhores presentes por sua criatividade, pró atividade e boa vontade. Será eliminada a equipe que não cumprir com o regulamento dentro do prazo, bem como a equipe que deixar de realizar a ação inscrita. A premiação é composta de certificados a todos os participantes, troféu para os cinco melhores presentes e 1(um) bolo de aniversário para as cinco melhores equipes, objetivando ser um prêmio simbólico cuja participação e seu resultado no cenário urbano são os verdadeiros prêmios.

RELAÇÃO DE PRESENTES

  1. Adaptar a história de Ponta Grossa para um conto infantil, a ser contada por algum contador de histórias;
  2. Desenvolver um aplicativo para celular com curiosidades e fatos sobre Ponta Grossa;
  3. Criar um álbum fotográfico digital com paisagens turísticas;
  4. Criar um álbum fotográfico digital com peculiaridades de Ponta Grossa;
  5. Criar um canto coletivo, do tipo “grito de guerra”;
  6. Criar uma música sobre Ponta Grossa e apresentar em um local estabelecido pela Fundação Municipal de Cultura Ponta Grossa;
  7. Criar uma música sobre Ponta Grossa, com a gravação da mesma e publicação nas redes sociais;
  8. Criar uma receita típica baseada em ingredientes abundantes no Município;
  9. Desenvolver um método para inibir o vandalismo em Ponta Grossa;
  10. Desenvolver um roteiro turístico (apenas o roteiro) para ser apresentado a turistas e moradores de Ponta Grossa, valorizando o que Ponta Grossa tem de melhor;
  11. Distribuir 100 cumbucas de sopa durante uma noite pela cidade;
  12. Distribuir 198 garrafas de água mineral a trabalhadores expostos ao sol;
  13. Distribuir 198 sorvetes para pessoas que estejam trabalhando;
  14. Elaborar 5 maquetes de imóveis históricos tombados no município;
  15. Elaborar um memorial descritivo com curiosidades sobre o comércio local, apontando os mais antigos em atividade;
  16. Elaborar um memorial descritivo sobre pássaros existentes em Ponta Grossa;
  17. Elaborar um memorial descritivo sobre personagens que mudaram a história de Ponta Grossa;
  18. Escolher 198 rostos que ilustrem a Ponta Grossa dos anos 2021;
  19. Espalhar 198 cartazes com a frase “Eu amo Ponta Grossa”, atentando-se às regras do edital;
  20. Gravar e publicar uma vídeo-aula com a receita do Alcatra no Espeto;
  21. Pintar uma grande tela ou painel que demonstre Ponta Grossa em uma única obra de arte;
  22. Plantar 30 mudas frutíferas em local público estabelecido pela Secretaria de Meio Ambiente;
  23. Produzir um documentário com entrevistas de Ponta-grossenses;
  24. Produzir um manifesto coletivo com 198 linhas que fale sobre o amor por Ponta Grossa;
  25. Promover a limpeza do Calçadão Coronel Claudio por 2 dias após às 18 horas;
  26. Promover campanha para arrecadar kits de limpeza e higiene para entidades assistenciais;
  27. Promover campanha para arrecadar materiais de limpeza para doar a entidades assistenciais locais;
  28. Promover serenata em 10 locais públicos, com músicas que falem sobre felicidade;
  29. Promover um bazar de roupas usadas, cujo preço das roupas é falar a palavra “OBRIGADO(A)”;
  30. Promover um concurso de crônicas com o tema “Minha linda Ponta Grossa”, disponibilizando o resultado digitalizado por meio digital;
  31. Promover um curso virtual, com no mínimo 3 aulas, sobre artesanato;
  32. Promover um curso virtual, com no mínimo 3 aulas, sobre culinária;
  33. Promover um curso virtual, com no mínimo 3 aulas, sobre patrimônio cultural;
  34. Promover um flashmob em um ponto estratégico da cidade, exaltando os Ponta-grossenses;
  35. Promover um jantar em forma de marmitas, distribuindo-os a pessoas que não poderiam compra-las.
  36. Promover uma campanha para arrecadação de brinquedos para dia das crianças;
  37. Promover uma campanha para arrecadação de fotografias históricas em Ponta Grossa, doando em meio digital à Casa da Memória Paraná;
  38. Promover uma campanha para arrecadação de meias e distribuir em algum local que precise;
  39. Promover uma campanha para coleta de lixo eletrônico, destinando-o à Secretaria Municipal de Meio Ambiente;
  40. Promover uma campanha virtual de conscientização ao vandalismo em bens públicos;
  41. Promover uma pedalada de uma ponta a outra da cidade;
  42. Realizar 10 apresentações de “Os poentes da minha terra”, de Anita Philipowski, por meios digitais;
  43. Realizar a revitalização de uma praça (pequena) de um bairro, mediante aprovação de projeto pela Secretaria de Planejamento;
  44. Realizar o plantio de 198 mudas de flores não-nativas em um local público da cidade;
  45. Realizar serenata em 10 casas da cidade;
  46. Realizar serenata em 6 lojas durante o horário de expediente;
  47. Realizar um desafio ponta-grossense no Tik Tok;
  48. Realizar um mutirão de corte de cabelo solidário;
  49. Realizar uma ação para promoção da auto estima de mulheres em situação de vulnerabilidade social;
  50. Realizar uma ação virtual de conscientização sobre maus tratos a animais;
  51. Realizar uma ação virtual para adoção de cães e gatos
  52. Realizar uma arrecadação de brinquedos reciclados e doá-los para uma instituição social;
  53. Realizar uma aula gratuita de dança no Lago de Olarias;
  54. Realizar uma campanha de reciclagem de papel, destinando ao Setor de Artes Visuais 198 folhas recicladas;
  55. Realizar uma campanha para arrecadação de alimentos;
  56. Realizar uma campanha para arrecadação de ração para cães;
  57. Realizar uma campanha para difundir as questões relacionadas a cuidados com a pessoa idosa;
  58. Realizar uma campanha para difundir as questões relacionadas ao bullying;
  59. Realizar uma campanha para incentivo à pesquisa no Município;
  60. Realizar uma gincana de caça ao tesouro no Parque Ambiental Manoel Ribas;
  61. Realizar uma maquete de uma praça local;
  62. Realizar uma maquete de um parque local;
  63. Realizar uma pesquisa sobre plantas nativas do município, disponibilizando-a por meios digitais;
  64. Realizar uma rodinha de samba em um local inusitado; Registrar e postar nas redes sociais;
  65. Realizar uma serenata com músicas populares e atuais em 25 casas (não vale centro);
  66. Realizar uma sessão de fotos de quatro homens na Mansão Villa Hilda;
  67. Realizar uma sessão de fotos de quatro mulheres na Mansão Villa Hilda;
  68. Realizar um álbum infantil sobre a história de Ponta Grossa;
  69. Tocar violão dentro de um ônibus;
  70. Tocar violino dentro de um ônibus;

Agora, escolha o presente que você quer dar para Ponta Grossa!

Clique aqui e preencha o formulário!

https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/2021/08/20/2926/

A Fundação Municipal de Cultura (FMC) através do Departamento de Patrimônio Cultural e o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural (COMPAC) realizam no dia 23 de agosto de 2021 às 19h a Sessão Pública de Tombamento dos imóveis: Villa Branda e Casa de Arabescos.
O processo de tombamento é o instrumento legal para garantir a preservação de imóveis com valor histórico e cultural, possibilitando, dessa forma, que a memória arquitetônica continue contando a história da cidade.
Cada um dos imóveis possui um relator, membro do COMPAC. Durante a Sessão de Tombamento, o relator é responsável por apresentar o processo, falando sobre a história do edifício, seu valor cultural para a cidade e outros motivos que justifiquem o seu tombamento. Após o relator, o proprietário do imóvel, ou um representante, faz suas considerações acerca do processo e em seguida é aberta a votação. Os votos são dados pelos Conselheiros do COMPAC.
Segundo o presidente da FMC, Alberto Portugal, o processo de tombamento é um mecanismo fundamental para a proteção do patrimônio material da cidade. Esse mecanismo possibilita que ícones arquitetônicos continuem fazendo parte da paisagem, da cultura e da história de Ponta Grossa.
A Villa Branda, situada na Rua Sete de Setembro, 435 é um imóvel residencial da década de 1940, onde residiu a Família Gaspareto. Sua importância arquitetônica é superior à relevância histórica, já que utiliza técnica construtiva relativa a uma época, possui volumetria dominante. Retrata a ascensão social da cidade em determinado período, compondo um eixo com preservação histórica de outros imóveis
A Casa com Arabescos, na Rua General Carneiro, 512 é um exemplar com características da época da construção (meados de 1950), com relevância arquitetônica se inserida no contexto do eixo histórico que se consolida. Arquitetura eclética com elementos que se repetem ao longo da rua em mais outras 4 edificações de moradia.
De acordo com a Diretora do Departamento de Patrimônio Cultural, Brenda Ferreira, a importância arquitetônica dos imóveis em processo de tombamento é, por si só, marcante para a preservação dos mesmos pois, são construções que exemplificam as características de épocas.
A participação da sociedade, como principal interessada nessa preservação, se faz necessária para demonstrar a relevância da salvaguarda da arquitetura da paisagem urbana de Ponta Grossa.
A Sessão ocorrerá no Cine Teatro Ópera e será possível a participação presencial de público de até 50 pessoas, conforme protocolos de segurança de saúde para o combate ao covid-19. Os interessados em comparecer devem realizar a inscrição previamente. A reunião também será transmitida ao vivo pela página da Fundação de Cultura no Facebook.
Formulário para inscrição de público presencial: https://docs.google.com/forms/d/1vZoZC8gPudJKOPT93sHZdZ7WTGrvEwJHr0xEAEPE4Do/edit

Está aberto o edital de Chamamento Público de professores para o Conservatório Maestro Paulino

A Fundação Municipal de Cultura está realizando o credenciamento, seleção e contratação de professores de música para prestação de serviços de aulas, apresentações e formação de grupos. Serão contratados profissionais capacitados para ministrar aulas de teoria e história da música, musicalização infantil e diversos instrumentos eruditos e populares no Conservatório Musical Maestro Paulino Martins Alves. 

As inscrições dos interessados estarão abertas entre os dias 21 de julho e 09 de agosto. Poderão participar deste Chamamento Público os microempreendedores individuais (MEI), as instituições filantrópicas e as empresas do ramo da atividade pertinente ao objeto do presente. 

Para todos os detalhes leia o edital na íntegra, disponível em: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/wp-content/uploads/2021/07/Chamamento-Publico-001.2021-Professores-do-Conservatorio.pdf 

Maiores esclarecimentos podem ser solicitados através do email conservatoriomp@gmail.com 

Biblioteca Municipal disponibiliza acervo digital da Tocalivros

A Biblioteca Pública Municipal Professor Bruno Enei tem um acervo físico com mais de 70.000 títulos que podem ser emprestados através do agendamento de horário para retirada de até 3 livros por vez. Além dos livros físicos a Biblioteca oferece o acesso a mas de 7.000 títulos digitais, são mais de 2.000 audiolivros e 5.000 e-books, através de uma parceria entre a Recode e a Tocalivros.

E para poder aproveitar todas essas obras é muito simples, basta estar cadastrado. O cadastro/renovação da carteirinha da Biblioteca Municipal está sendo realizado de maneira remota. É necessário preencher o formulário online e anexar os documentos solicitados no link https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/?p=2318. No primeiro empréstimo é preciso entregar uma foto 3×4 no balcão de atendimento. A retirada dos livros está sendo feita por agendamento pelo telefone (42) 3220-1000 – ramal 2049.

Para acessar a Biblioteca Virtual Tocalivros, após o cadastro online na Biblioteca Municipal pode ser feito o preenchimento do formulário no link https://biblioteca-professor-bruno-enei.tocalivros.com/ e começar a escolher os títulos que deseja ler ou ouvir.

A Biblioteca Virtual Tocalivros é mais uma conquista da Biblioteca Municipal Professor Bruno Enei para levar à população de Ponta Grossa conteúdo de qualidade de maneira gratuita.

Casa da Memória Paraná inicia o projeto “Era Notícia”

A Casa da Memória Paraná inicia uma série de publicações intitulada “Era Notícia!”, uma realização da instituição a qual utilizará do seu acervo de periódicos e através de uma filtragem das principais curiosidades presentes nesse acervo realizará publicações nas redes sociais com calendário estabelecido para todo início de mês (todo dia primeiro).
O objetivo principal dessa proposta é de valorizar esse setor da instituição e de compartilhar de maneira democrática esse conteúdo, a fim de fomentar sobre a importância da preservação desse material e do papel fundamental que a Casa da Memória Paraná tem nesse processo.
Acompanhe a primeira publicação e outras dessa série no facebook e Instagram Casa da Memória Paraná.

Campanha PG na Estante pretende aproximar leitores dos escritores ponta-grossenses.

A produção literária, assim como as demais artes, é uma forma de preservar e valorizar a identidade cultural de um povo e abre espaço para a difusão de inúmeras formas da linguagem, permitindo alcançar diversos públicos.

Ponta Grossa tem uma grande quantidade de escritores produzindo porém, há dificuldade da população entrar em contato com os seus trabalhos, tornando-os praticamente desconhecidos na cidade. Buscando diminuir a distância entre os leitores e a arte literária produzida localmente, a Fundação Municipal de Cultura (FMC), através da Biblioteca Municipal Professor Bruno Enei, inicia a campanha “PG na Estante”.

A iniciativa visa captar doações de obras junto aos escritores ponta-grossenses para compor o acervo público e serem disponibilizadas para empréstimo na Biblioteca. Dessa forma a FMC quer promover a difusão e reconhecimento da literatura local e habituar os leitores a incluir essas obras no momento da escolha dos livros a serem emprestados.

Os escritores interessados em participar podem fazer suas doações diretamente na FMC ou solicitar a retirar das obras conforme preferência, para isso, agendar a entrega pelo 3220-1000 – ramal 2088 com Márcia.

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA