PG Projection projeta Ponta Grossa em fachadas icônicas da cidade

Será aberto hoje (sexta) o ‘PG Projection’, projeto de projeções mapeadas em prédios históricos de Ponta Grossa. A primeira edição acontece na Paróquia São José. Durante os três dias, serão projetadas fotos históricas de Ponta Grossa na fachada da Igreja. O evento é uma promoção da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. Toda a comunidade está convidada a participar. 

O ‘PG Projection’ faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa, que prevê a realização de 200 grandes eventos. Todos os meses, até dezembro, o projeto estará em um local diferente da cidade. Hoje, amanhã e domingo, sempre das 19h30 às 22 horas, serão abordadas fotos históricas do Fundo Bianchi, a partir de um show de som, luzes e projeção chamado de ‘As faces de Bianchi’. As apresentações acontecem de hora em hora na fachada da icônica Igreja São José. 

A prefeita Elizabeth Schmidt lembra que “estamos celebrando a bela história da Princesa dos Campos. Nós acreditamos que, com eventos assim, lembraremos de nossa essência, da nossa história e com um olhar sempre para o futuro”.

O secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, diz que essa é uma das programações mais esperadas que celebram os 200 anos de Ponta Grossa. “A gente quer abordar a memória e identidade da cidade e, acima de tudo, falar da tecnologia, do desenvolvimento e da inovação da nossa cidade”, explica. O secretário lembra ainda que isso é feito sempre de forma democrática, garantindo acesso da comunidade a essa programação dos 200 anos.

Imagens históricas de Ponta Grossa poderão ser vistas por toda comunidade presente ao evento 

Exposição mostra Ponta Grossa pelo olhar dos migrantes

A sala de exposições do Ponto Azul recebe a mostra fotográfica ‘Ponta Grossa pelo olhar dos migrantes’. A promoção é da Cáritas Diocesana de Ponta Grossa em parceria com a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura. 

A exposição faz parte das comemorações dos 200 anos de Ponta Grossa e é o primeiro evento que marca a 38ª Semana do Migrante. Através dessa promoção, a Cáritas motivou migrantes a registrarem locais, momentos especiais e seu cotidiano na cidade que escolheram para recomeçar sua história. Dessa forma, trata-se de uma experiência interessante, tanto para o público de fora como para os ponta-grossenses, que vão poder presenciar como o município é visto por quem aqui chegou. 

Ao todo, são 140 fotos que trazem pessoas, imagens em detalhes da cidade e seus pontos de maior atração. A exposição e permanece aberta para visitações até o dia 30 deste mês, sempre das 9h às 17h.

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Secured By miniOrange