Inscrições para Satélite Cultural disponíveis

O Satélite Cultural é um programa municipal onde tem como objetivo oportunizar acesso da comunidade semanalmente a oficinas, aulas e atividades de arte e cultura, música, teatro e dança são algumas das modalidades ofertadas. O programa é gratuito, para todas as faixas etárias e estará disponível em todos os lugares do município. As inscrições podem ser feitas aqui.

Teatro Musical

Quintas-feiras das 18h as 20h com o professor Rubens Rosa.

Coro Infantil

Terças-feiras das 9h as 11h com o professor William Hegenberg.

Coral de Todos Juntos

 Quartas-feiras das 19h às 21h com o professor Rubens Rosa.

Coral das Vovós

Segundas-feiras das 9h às 11h com o professor William Hegenberg.

Sexta às Seis apresenta PG Town e MUM

A Prefeitura de Ponta Grossa segue com o calendário de apresentações do Projeto Sexta às Seis. Nesta semana, os shows ficam por conta das bandas MUM e PG Town. As apresentações acontecem no Parque Ambiental, ao lado do Sesc Estação Saudade. 

PG TOWN

Com influências de  RAP e o Soul – Mano Brown, Anderson Paak, Tim Maia, Racionais, Lauryn Hill, Jean Tassy, Flora Matos – o PG Town é composto pelos músicos Amanda Kristin (voz), Danilo Gabriel (bateria), Guile Santos (guitarra), Johnny Willian (baixo) e Juliano Gafanhoto (voz).

MUM

As principais influências de MUM vem da música erudita e do Indie Rock de Florence Welch e do pop folk de Aurora. O projeto é encabeçado pela artista Gabriela Cordeiro de Paula e atualmente sua banda de apoio é formada por Aline Garabeli (piano), Wlader Better (bateria), Walace (baixo), Vini (guitarra) e Lazuli (violino). 

Da Assessoria

Editais de Cultura seguem com inscrições abertas

Os interessados em participar dos editais de diversos segmentos artísticos promovidos pela prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, devem se atentar ao prazo para inscrição, que varia de 23 de outubro a 2 de novembro.

Ao todo, são 11 editais abertos de sete segmentos artísticos: literatura, dança, teatro, música, artes populares, cine-foto-vídeo e artes visuais, que terão premiações com recursos do Fundo Municipal de Cultura. Os editais, lançados anualmente pela Secretaria e Conselho Municipal de Política Cultural, são fundamentais para fomentar o cenário cultural na cidade e foram elaborados com objetivo de desburocratizar e oportunizar que mais artistas possam ser contemplados. “O objetivo é estimular a produção em diferentes segmentos, além de contribuir na formação de plateia e na difusão da produção cultural”, afirma o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal. Com o resultado das seleções, serão promovidas exposições, mostras, ações educativas como oficinas e palestras, produção de curtas-metragens, movimentando o setor cultural em Ponta Grossa.

A ação atende às políticas culturais do Município aprovadas nas Conferências Municipais de Cultura e estabelecidas pelo Plano Municipal de Cultura. O prêmio de cada edital, que será dividido entre selecionados e premiados, varia de R$ 10 a R$ 60 mil, recursos oriundos do Fundo Municipal da Cultura. Os detalhes e critérios de inscrição em cada um dos editais estão disponíveis na aba editais 2022

Confira todos os editais disponíveis e a data de encerramento das inscrições

Seleção de obras literárias – 23 de outubro

Concurso para circulação de espetáculos de música – 23 de outubro

Concurso para circulação de espetáculos de dança – 23 de outubro

Concurso para circulação de espetáculos de teatro – 23 de outubro

Seleção de projetos culturais para difundir os povos, comunidades tradicionais e a cultura popular de Ponta Grossa – 30 de outubro

Seletiva de apoio a projetos de cine-foto-vídeo ponta-grossenses – 30 de outubro

Seletiva de apoio a projetos de curta-metragens ponta-grossenses – 27 de outubro

12º Salão de Artes Visuais de Ponta Grossa – 30 de outubro

1º PHOTE – Photografia Estudantil – 2 de novembro

InterInvenções Urbanas – 30 de outubro

Ponta Grossa 200 anos – 2 de novembro 

Da Assessoria

Coro Cidade de Ponta Grossa apresenta concerto especial para Dia das Crianças

A Prefeitura de Ponta Grossa promove na segunda e terça-feira (10 e 11), a partir das 19h30, no Cine-Teatro Ópera, o concerto ‘Todo mundo foi criança’, com o Coro Cidade de Ponta Grossa. As apresentações acontecem em comemoração ao Dia das Crianças, comemorado na quarta-feira (12).

“O concerto é uma homenagem que convida o público a cantar e se encantar com músicas que fazem e fizeram parte da infância de muitos grandões!”, afirma o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, acrescentando que é uma oportunidade para toda a família celebrar a pluralidade sonora por meio da ludicidade, fantasia e imaginação.

Com regência de Édi Marques Góes, o concerto especial trará repertório bem variado com a temática infantil. Para a apresentação, o Coro também refez alguns arranjos de músicas conhecidas, buscando levar leveza e pluralidade de sonoridade.

O concerto terá ingresso social, que pode ser trocado na hora do evento por um brinquedo ou um pacote de doces. O Coro Cidade de Ponta Grossa foi criado em 2008 com a finalidade de promover o ensino e a prática de música em grupo e a difusão da arte musical. O grupo é reconhecido por sua multiplicidade de repertórios, indo do clássico ao popular, e também pela facilidade de adaptação aos mais diversos espaços de apresentação e públicos. 

Da Assessoria

Prefeitura abre inscrições para editais de Cultura

No total, serão 11 editais de sete segmentos artísticos, que totalizarão R$ 420 mil em prêmios por meio do Fundo Municipal de Cultura
por Assessoria
A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e o Conselho Municipal de Política Cultural, abriu o prazo de inscrição para 11 editais de sete segmentos artísticos: literatura, dança, teatro, música, artes populares, cine-foto-vídeo e artes visuais, que terão premiações com recursos do Fundo Municipal de Cultura. “Os editais são instrumentos importantes para a circulação de espetáculos, produção de conteúdo e democratização do acesso à cultura em Ponta Grossa”, afirma a prefeita Elizabeth Schmidt.
Conforme o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, os editais, lançados anualmente pela Secretaria e Conselho de Cultura, são fundamentais para fomentar o cenário cultural na cidade. “Através da sensibilidade dos conselheiros, os editais foram elaborados de uma forma a desburocratizar e oportunizar que mais artistas possam ser atendidos”, frisa.
A ação atende às políticas culturais do Município aprovadas nas Conferências Municipais de Cultura e estabelecidas pelo Plano Municipal de Cultura. Cada edital vai premiar com o valor de até R$ 60 mil oriundos do Fundo Municipal da Cultura, e que será dividido entre as categorias. O objetivo, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, é estimular a produção em diferentes segmentos, além de contribuir na formação de plateia e na difusão da produção cultural. Assim, com o resultado dos editais, serão promovidas exposições, mostras, ações educativas como oficinas e palestras, produção de curtas-metragens, movimentando ainda mais o setor cultural em Ponta Grossa.
Confira todos os editais disponíveis
Seleção de obras literárias
Concurso para circulação de espetáculos de música
Concurso para circulação de espetáculos de dança
Concurso para circulação de espetáculos de teatro
Seleção de projetos culturais para difundir os povos, comunidades tradicionais e a cultura popular de Ponta Grossa
Seletiva de apoio a projetos de cine-foto-vídeo ponta-grossenses
Seletiva de apoio a projetos de curta-metragens ponta-grossenses
12º Salão de Artes Visuais de Ponta Grossa
Phote – photografia estudantil
InterInvenções Urbanas
Ponta Grossa 200 anos

Notórios Bardos e Garimpeiros da Lua se apresentam no Sexta às Seis

As bandas Notórios Bardos e Garimpeiros da Lua se apresentam na próxima semana (7) no Sexta às Seis, projeto promovido pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. O evento acontece no Parque Ambiental, próximo à Estação Arte, a partir das 18 horas. “O objetivo do projeto é ressaltar o trabalho produzido pelas bandas locais, contribuindo para fomentar o cenário cultural da cidade e a formação de público”, ressalta o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

Uma das bandas que subirá ao palco, Notórios Bardos nasceu no início de 2017 em Ponta Grossa, com raiz no punk celta, interpretando grandes nomes do estilo como Dropkick Murphis, Flogging Molly, The Mahones e The Pogues. E, com o tempo, abriu-se para influências brasileiras e ciganas. A banda já se apresentou em diversos shows e eventos particulares, mas também em projetos como o Sexta às Seis, Feiras Medievais dentro e fora do estado. Formada por Gustavo Mayer (voz, bandolim e flautas), Henrique Russo (voz e guitarra), Marco Ernst (voz e acordeon), Leopoldo Gardinal (voz e bateria) e Péricles Pacce (voz e baixo), a banda já dividiu palco com bandas como Tuatha de Danann, Terra Celta, Tiregrito e Tandra.

Notórios Bardos tem raiz no punk celta

Quem também sobe ao palco na sexta-feira é a banda Garimpeiros da Lua. Com início em 2006, o grupo é formado por José Luis Almeida (baixo e vocais), Marcelo Lacerda (bateria e vocais), Bruno Viezzer (guitarra e vocais), Felipe Bortolozo (guitarra e vocais) e Álamo Balzer (vocais). A banda surgiu a partir de um grupo de amigos que tinha a proposta de tocar rock e se divertir, proposta que seguiu como uma das principais características da banda. Em 2007, a banda Garimpeiros da Lua ganhou o Concurso Geração Munchen de 2007, promovido pela Prefeitura de Ponta Grossa e, com isso, a banda participou do seu primeiro Sexta às Seis, em 2008. A banda conta, em sua trajetória, com participação em diversos festivais e eventos realizados em Ponta Grossa; e ficou em terceiro lugar no Festival Easy Rock, promovido pela Prefeitura de Ponta Grossa. Em 2011, o grupo também fez o show de abertura da banda escocesa Nazareth, em Curitiba. Entre os destaques em festivais, em 2019 a banda também se apresentou na Batalha das Bandas, promovido pelo Club Athletico Paranaense, sendo classificada para a semifinal. No entanto, o evento acabou cancelado pela covid-19.

Garimpeiros da Lua surgiu em 2006

O Sexta às Seis tem cronograma de apresentações quinzenais até dezembro, com apresentação de duas bandas por data. A temporada deste ano conta com 18 bandas participantes, sendo nove com mais de cinco anos de existência e outras nove que contam com cinco anos ou menos. 

Da Assessoria

Concerto Ladies Ensemble se fez presente no aniversário de Ponta Grossa

O Setembro em Dança – festival organizado pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura – promoveu na última quinta-feira (15), feriado municipal em virtude do aniversário de Ponta Grossa, o concerto Vivaldi, com a orquestra Ladies Ensemble, no Cine-Teatro Ópera, às 20 horas. A entrada foi gratuita.

“Este é um concerto renomado que está rodando o Brasil e será uma ótima oportunidade do público ponta-grossense conhecer o trabalho da orquestra e também as obras de Vivaldi”, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

O espetáculo faz parte do projeto Bravíssimo Concertos Barrocos, que tem por objetivo trabalhar a formação de plateia em música clássica e instrumental de cidades interioranas e capitais da região Sul do país. Assim, por meio do projeto, obras barrocas são levadas ao público de cidades do Paraná e Santa Catarina, com concertos dos compositores que mais contribuíram a este período de evolução musical, dando textura, forma e harmonia à música. A programação é dividida em três etapas, com peças selecionadas dos compositores Vivaldi; Telemann, Pachelbel, Händel e Corelli; Bach. Em Ponta Grossa, serão executadas obras de Vivaldi.

Grupo

A orquestra Ladies Ensemble é formada exclusivamente por mulheres e está ativo desde 2008, contando com a colaboração de musicistas das principais orquestras do Estado. O grupo, idealizado pela sua atual diretora e fundadora, Fabiola Bach Akel, iniciou suas atividades como um quarteto de cordas no teatro do Museu Oscar Niemeyer e hoje conta com a colaboração de 17 musicistas. Com o objetivo de apoiar e divulgar a mulher instrumentista, o grupo tem como característica a pesquisa de repertório unindo o erudito ao popular.

Festival

Com o tema ‘Tudo é Movimento’, o Setembro em Dança 2022 iniciou no dia 2 e seguiu com programação até o dia 17. No dia 15, além do concerto, aconteceu ainda a premiação da gincana Princesa em Festa, e apresentação da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa, às 16 horas, na Cidade da Dança.

da Assessoria

Jerimoon e Jamp se apresentam no Sexta às Seis

As bandas Jerimoon e Jamp se apresentam nesta semana no Sexta às Seis, projeto promovido pela Prefeitura de Ponta Grossa. O evento acontece no Parque Ambiental, próximo à Estação Arte, a partir das 18 horas desta sexta-feira (26).

Formada no início de 2015, a banda Jerimoon surgiu com o intuito de resgatar canções chamadas pela banda de “esquecidos da MPB”, as “histórias do homem brasileiro comum, de vida dura e coração mole, característicos dos anos 70 e 80”. Composta por Alain Barros (voz), Júlio Lima (bateria), Giovanni Biancato (guitarra), Danilo Alessi (baixo), Kairo Frank (guitarra), a banda tem o intuito de despertar a sensação de nostalgia ao seu público. Por meio dos clássicos há muito tempo não são tocados, a banda criou um estilo próprio chamado pelos integrantes de ‘Bregacore’, uma mistura de ritmos que envolvem os clássicos do chamado brega nacional, reinventado em estilos como Ska, Punk e Hardcore, que dão ao som da banda uma identidade única. A banda já se apresentou em diversos bares de rock de Ponta Grossa e região, além de participações no projeto Sexta às Seis, 9º Festival de Música de Ponta Grossa com a Banda Lyra dos Campos e em edições da Munchen Fest. Com o EP ‘Jurubeba Agridoce’, a banda trabalha na divulgação de canções autorais.

Jerimoon criou um estilo próprio chamado pelos integrantes de ‘Bregacore’ (Foto: Divulgação)

A banda Jamp, por sua vez, surgiu em 2007, reunindo diversas influências musicais como pop rock, rock, reggae e rap em seu repertório. Na formação atual estão Pedro Marcello (vocal), Luan Teixeira (guitarra), Itto Eleutério (baixo), Mario Sergio Gordo (bateria), Luizinho (violão) e Limão (percussão). A banda se tornou conhecida no Paraná e Santa Catarina com apresentações em pubs, casas noturnas e outros eventos, ganhando destaque e abrindo shows de bandas como Capital Inicial, o Rappa, Ira, Blindagem, entre outras. Em 2016, o grupo lançou seu single ‘Azul Cristal’ que conta com a participação de Gazu – ex-Dazaranha. E, em 2017, lançou o álbum ‘Gratidão’, que mistura pop rock, com uma pitada de reggae, rap e a essência da música sulista, com sanfona presente em várias músicas.

Banda Jamp reúne diversas influências musicais como pop rock, rock, reggae e rap em seu repertório

Projeto organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o Sexta às Seis tem o propósito de fomentar a cena da música alternativa, underground e do rock, embora para o edital deste ano tenha sido aberta a possibilidade de inscrição de bandas de outros estilos musicais. “Por meio do projeto, estamos mostrando a alta qualidade da música produzida em Ponta Grossa, dando a oportunidade para que as bandas estejam mais perto do público, com toda a estrutura necessária para um show”, afirma o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

O Sexta às Seis tem cronograma de apresentações quinzenais até dezembro, com apresentação de duas bandas por data. A temporada deste ano conta com 18 bandas participantes, sendo nove com mais de cinco anos de existência e outras nove que contam com cinco anos ou menos. O projeto terá uma pausa no mês de setembro, quando acontecem diversas atividades em comemoração ao aniversário de Ponta Grossa e será retomado no dia 7 de outubro, com apresentação das bandas Notórios Bardos e Garimpeiros da Lua. 

Da Assessoria

Prefeitura abre inscrições para escola da Banda Lyra dos Campos

A Prefeitura de Ponta Grossa está com inscrições abertas para seleção de novos alunos para a escola da Banda Lyra dos Campos. Segundo edital lançado, podem participar candidatos entre oito anos (terceiro ano do ensino fundamental completo) e 16 anos completos até 31 de dezembro de 2022.

O secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, explica que a finalidade da escola é formar alunos exclusivamente para integrarem a Banda Lyra dos Campos, por isso, a admissão se dará após aprovação em testes que serão realizados por uma banca examinadora formada pela direção da banda.

Na escola da Banda os alunos terão, inicialmente, uma aula teórica semanal. Ao escolher um instrumento e estar aptos na teoria – aptidão comprovada mediante prova – serão três aulas semanais, sendo duas aulas práticas e uma teórica. Os alunos que necessitarem de transporte coletivo receberão dois vales-transporte por aula, mediante confecção de cartão transporte integral.

Os candidatos sem conhecimento musical específico poderão se inscrever no ensino básico de música, no curso de iniciação musical 1, com 44 vagas; já os candidatos com conhecimento musical específico poderão se inscrever no ensino básico de música, no curso iniciação musical 2, com 13 vagas.

A ficha de inscrição está disponível na aba ‘Editais’. A ficha deve ser impressa, preenchida e entregue na secretaria da Banda Lyra no Centro de Música – Complexo Cultural Jovanni Pedro Masini, na rua Frederico Wagner, 150, até o dia 1º de setembro, das 9 às 17 horas. Os inscritos passarão, então, por processo de seleção – todos os detalhes sobre as inscrições e o processo seletivo podem ser conferidos no edital, disponível no site da Cultura.

O resultado da classificação será divulgado no dia 23 de setembro, a partir das 15 horas, no site www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura. O período de matrícula será de 26 a 30 de setembro, das 9 às 17 horas. O teste seletivo terá validade para o ano letivo de 2022, com trimestre letivo previsto para iniciar em 3 de outubro. 

Da Assessoria

Coro Cidade de Ponta Grossa reapresenta concerto Fantasia

A Prefeitura de Ponta Grossa promove na segunda-feira (22), a partir das 19h30, no Cine-Teatro Ópera, uma nova edição do concerto ‘Fantasia: música e delírio’, apresentado pelo Coro Cidade de Ponta Grossa.

O concerto foi realizado pela primeira vez no final de julho e encantou o público. O secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, explica que diante da repercussão extremamente positiva, surgiram pedidos para que o concerto fosse reapresentado.

O tema ‘Fantasia: música e delírio’, faz um convite para o público viajar no mundo dos sonhos através da música. Sob a regência de Édi Marques Góes, um dos grandes nomes de regência coral no estado, o concerto apresenta o resultado da pesquisa realizada nos últimos 12 meses de trabalho. O concerto passa por músicas que conduzem o público de maneira fantasiosa a agradecer, tocar e amar. Apresenta músicas eruditas, além de música popular para que o público possa cantar junto. Com um repertório bem variado, é um espetáculo em que o grupo celebra a volta aos palcos depois da pandemia e a possibilidade de conectar ao público de Ponta Grossa.

O ingresso consiste na doação de um quilo de alimento não perecível, agasalho ou item de higiene pessoal, cuja arrecadação será destinada a entidades sociais e pode ser trocado na hora do evento. 

Da Assessoria

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Secured By miniOrange