PG Projection apresenta imagens de Natal na fachada da Villa Hilda

De 15 a 17 deste mês (quarta à sexta) será realizada a última edição de 2023 do ‘PG Projection’. As projeções, com o tema ‘A chave do Natal’, acontecem na fachada do Museu Municipal Aristides Sposito (Mansão Vila Hilda). A promoção é da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, e faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa.

As projeções vão acontecer diariamente, nos três dias, das 19h30 às 22 horas. Nesta edição serão apresentadas imagens natalinas de Ponta Grossa. “Com isso, estamos dando início à programação de Natal da cidade”, destaca o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

O PG Projection vem sendo realizado desde junho, com projeções realizadas em importantes e icônicos prédios da cidade, sempre com temáticas que destacam Ponta Grossa. Tem sido abordada a memória e identidade do município em diferentes regiões, ocupando fachadas desde igrejas até prédios domiciliares.

PG Projection apresenta obras de Marcelo Schimaneski

Entre os dias 10 e 12 (domingo a terça-feira) acontece a edição especial do PG Projection – ‘Marcelo Ponta Grossa Naïf Schimaneski’. Nas três noites, das 20h às 22h, serão projetadas obras do pintor na fachada da Igreja Bom Jesus, em Uvaranas. A promoção é da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, e faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa. 

O pintor ponta-grossense Marcelo Schimaneski sofreu um acidente automobilístico no final da década de 1980. Foi a partir de então que começou a pintar, como parte de fisioterapia que o ajudou a recuperar movimentos dos braços e mãos. Aos poucos foi aprimorando sua técnica e o seu talento começou a transparecer. As telas do artista retratam, principalmente, as paisagens e cenas do cotidiano dos Campos Gerais. 

Com um estilo próprio, Marcelo Schimaneski ganhou destaque na arte ‘naïf’, termo utilizado no vocabulário artístico como sinônimo de arte ingênua, original e/ou instintiva. Nela, destaca-se o uso de cores brilhantes e alegres, fora dos padrões usuais, a simplificação dos elementos decorativos, o gosto pela descrição minuciosa, visão idealizada da natureza e a presença de elementos do universo onírico. Esses são alguns dos traços considerados típicos dessa modalidade artística. Tais elementos estão presentes na forma como o artista retrata a região. “O título desta edição é ‘Marcelo Ponta Grossa Naïf Schimaneski’ porque ele é a cara da cidade, cria a cidade que todos queremos e por isso na edição especial do mês de setembro, entre tanto desenvolvimento, vamos falar e exaltar também a simplicidade da vida”, destaca a prefeita Elizabeth Schmidt.

Ao longo dos anos, o artista tem se destacado, participando de exposições e sendo premiado no Brasil e no exterior. “Marcelo Schimaneski é reconhecido nacionalmente como um dos mais importantes artistas da atualidade e que leva o nome de Ponta Grossa para vários lugares, por isso esta homenagem é muito merecida”, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal. 

PG Projection

O PG Projection é um projeto que faz projeções de imagens da cidade em prédios históricos. A cada edição é escolhido um local diferente e um tema especial de destaque do município. A programação vai até dezembro, percorrendo diversos pontos de Ponta Grossa.

PG Projection leva faces e memórias para a Vicente Machado

            Entre os dias 26 e 28 (sábado a segunda-feira) o projeto PG Projection vai levar rostos e palavras para a fachada do icônico Edifício Vila Velha, em plena Avenida Vicente Machado, no centro da cidade. Nas três noites ‘Faces comuns que carregam memórias’ (slogan dessa edição) vão resumir, em uma palavra os diversos sentimentos que estão presentes no imaginário ponta-grossense. A promoção é da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, e faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa.

            O ‘PG Projection’, iniciou em junho e tem a proposta de fazer projeções mapeadas em prédios históricos de Ponta Grossa. A primeira edição aconteceu na Paróquia São José e depois passou por outros locais. Nele, são expostas fotos históricas de Ponta Grossa nas fachadas. Mas nesta edição traz essa configuração diferente. Durante o ‘PG Memória – Salão do Patrimônio Cultural de Ponta Grossa’ realizado entre os dias 16 e 19 de Agosto, no Lago de Olarias, milhares de pessoas visitaram os espaços que contavam histórias da cidade. “Entre todos os locais de exposição, foram observados diversos termos comuns, apresentados por diferentes visitantes do evento. Eles foram captados e serão mostrados nas projeções”, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

            Palavras como protagonismo, identidade, memória, progresso, crescimento, patrimônio, entre tantas outras, foram elencadas para serem exibidas junto com rostos de pessoas da cidade, registradas durante a visitação. As imagens e palavras podem ser vistas pelos transeuntes das 18h30 às 22 horas, nos três dias.

Praça Barão de Guaraúna recebe PG Projection neste domingo

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura, promove, neste domingo (02), mais uma apresentação do projeto PG Projection. A ação, que consiste em um show de luzes e sons com a projeção de fotos históricas em diferentes locais da cidade, acontece na fachada da Igreja Sagrado Coração de Jesus – Igreja dos Polacos – na Praça Barão de Guaraúna a partir das 20h.

Com o tema “Comum Unidade”, as projeções serão realizadas no local nos dias 02, 03 e 04 de julho das 20h às 21h30.

O ‘PG Projection’ faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa, que prevê a realização de 200 grandes eventos. Todos os meses, até dezembro, o projeto estará em um local diferente da cidade.

PG Projection projeta Ponta Grossa em fachadas icônicas da cidade

Será aberto hoje (sexta) o ‘PG Projection’, projeto de projeções mapeadas em prédios históricos de Ponta Grossa. A primeira edição acontece na Paróquia São José. Durante os três dias, serão projetadas fotos históricas de Ponta Grossa na fachada da Igreja. O evento é uma promoção da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura. Toda a comunidade está convidada a participar. 

O ‘PG Projection’ faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa, que prevê a realização de 200 grandes eventos. Todos os meses, até dezembro, o projeto estará em um local diferente da cidade. Hoje, amanhã e domingo, sempre das 19h30 às 22 horas, serão abordadas fotos históricas do Fundo Bianchi, a partir de um show de som, luzes e projeção chamado de ‘As faces de Bianchi’. As apresentações acontecem de hora em hora na fachada da icônica Igreja São José. 

A prefeita Elizabeth Schmidt lembra que “estamos celebrando a bela história da Princesa dos Campos. Nós acreditamos que, com eventos assim, lembraremos de nossa essência, da nossa história e com um olhar sempre para o futuro”.

O secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, diz que essa é uma das programações mais esperadas que celebram os 200 anos de Ponta Grossa. “A gente quer abordar a memória e identidade da cidade e, acima de tudo, falar da tecnologia, do desenvolvimento e da inovação da nossa cidade”, explica. O secretário lembra ainda que isso é feito sempre de forma democrática, garantindo acesso da comunidade a essa programação dos 200 anos.

Imagens históricas de Ponta Grossa poderão ser vistas por toda comunidade presente ao evento 

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Secured By miniOrange